Ciência

Vírus de herpes mortal está se disseminando entre macacos na Flórida

por: Vitor Paiva

A alta incidência de um tipo fatal de herpes em uma população de macacos no estado da Flórida, nos EUA, colocou recentemente em alerta os cientistas a respeito da possibilidade de contaminação humana da doença. Segundo a comunidade cientifica local, aproximadamente 25% dos macacos do tipo rhesus (macaca mulatta) na região central do estado carregam atualmente o vírus.

Macacos rhesus na Flórida

A herpes conhecida como macacine herpesvirus 1 (McHV-1), ou Vírus B Herpes, é uma doença que pode ser fatal para os seres humanos, e pode ser transmitido do primata para uma pessoa. O risco de contaminação é ainda baixo, e não há qualquer registro, mas o crescimento dessa população de macacos – que está em vias de dobrar, da década de 1980 para 2022 – aumenta consideravelmente o risco de transmissão.

No parque de Silver Springs, onde essa população de macacos teve início, porém, os casos de arranhões e mordidas por parte de tais animais acontece regularmente.

Pessoas fotografando macacos no parque Silver Springs

As fezes, urina e saliva dos animais carregam o vírus, e por isso tais casos levantam a preocupação da comunidade médica e científica no estado da Flórida. Ainda que seja proibido alimentar os animais, o aumento da população consequentemente aumenta a incidência de tais encontros com humanos – e, com isso, a possibilidade de transmissão. A comunidade científica vem trabalhando em um trabalho mais amplo a respeito das possibilidades de contaminação.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Planta amazônica que pode agir contra tumor está sendo estudada por cientistas brasileiros