Debate

Após tentar matar a ex, homem joga ácido nela. E segue em liberdade

por: Redação Hypeness

José Gilbenes dos Santos Galvão, de 48 anos, jogou ácido na ex-mulher, atingiu a irmã, se entregou à polícia, mas foi solto. Responsável pelo 17º Distrito Policial de Marechal Deodoro – na Região Metropolitana de Alagoas, o delegado Leonam Pinheiro explicou que a soltura se dá por uma imposição do Código Penal.

“Ele não fica preso porque, com a apresentação espontânea, o Código de Processo Penal impede a prisão. Mas ele foi interrogado e indiciado com base na Lei Maria da Penha”, declarou ao G1.

– Paisagista espancada por 4 horas no Rio relata como defendeu sua vida

– ‘Arma de fogo resolveria’, diz Carlos Bolsonaro sobre mulher espancada em encontro

– ‘Comer o próprio vômito’: jovem relata abusos e machismo aterrorizante dentro de casa

As imagens foram gravadas pelas câmeras de segurança de uma loja. No vídeo, Erivânia Vicente dos Santos, de 36 anos, pede socorro ao entrar no estabelecimento comercial logo após ser queimada com ácido. José Gilbenes é visto correndo atrás dela e despeja novamente o líquido na cabeça da mulher. A irmã Erineide, de 32 anos, e outras duas pessoas foram atingidas.  

O homem não se conformou com o fim do relacionamento

O crime aconteceu no sábado (23). José Gilbenes não aceitou o fim do relacionamento e atacou a ex com ácido. Em entrevista à TV Gazeta, ele disse ter agido por impulso. “Peço desculpas a ela e à família dela. Estou muito arrependido”.

Erivânia e Erineide foram encaminhadas ao Hospital Geral do Estado (HGE) e de acordo com a assessoria da unidade de saúde, Erivânia sofreu queimaduras de primeiro e segundo graus na face, couro cabeludo e dorso. Erineide vai precisar tratar queimaduras de primeiro e segundo graus no rosto e punho.

“Ele confessou que jogou o ácido. Ele disse que tem a substância em casa porque a mãe dele é cega e utiliza o produto para desentupir pias e vaso sanitário. Quando ele viu a ex-mulher em uma loja de roupas com um homem, ele foi até lá jogar o ácido nela”, contou o delegado, que confirmou o indiciamento de José por tentativa de feminicídio contra Erivânia e lesão corporal dolosa contra Erineide.

Publicidade

Foto: Reprodução/TV Globo


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Coronavírus: mortes em casa sobem até 150% e revelam cenário caótico da pandemia