Diversidade

Bernie Sanders enfrenta Trump em disputa mais plural da história pela Casa Branca

por: Redação Hypeness

Bernie Sanders confirmou candidatura à presidência dos Estados Unidos. O senador independente pelo estado de Vermont vai repetir a dose de 2016 e buscar a nomeação pelo Partido Democrata.

Sanders anunciou a decisão em um comunicado distribuído por e-mail aos apoiadores. Embora possua mais de 30 anos de carreira, o político norte-americano não era dos nomes mais destacados entre democratas socialistas. O cenário mudou em 2016, quando recebeu apoio de personalidades e boa parte dos mais jovens.

“Em 2016, iniciamos juntos a revolução política. É hora de completar esta revolução para implementação do que lutamos para aplicar”, disse.

A diversidade deve marcar a luta pela Casa Branca

A presença de Bernie Sanders é outro ingrediente em um panorama diverso. Talvez o mais plural da história política dos Estados Unidos. Além do norte-americano de 77 anos, a disputa pela Casa Branca conta com nomes como Kamala Harris. A senadora pela Califórnia pode se transformar na primeira mulher negra a ocupar a presidência dos EUA.

Trump, classificado por Sanders como “o presidente mais perigoso da história moderna dos Estados Unidos”, deve jogar a ‘carta comunista’.

Em discurso aos ministros da Coalizão Global para Derrotar o Estado Islâmico, Donald Trump apresentou o novo mote de campanha. “A América nunca será um país socialista”, avisou.

Citando a crise na Venezuela, ele deu o recado. “Aqui nos Estados Unidos, estamos alarmados com novos chamados para adotar o socialismo em nosso país”.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Alta de 67% do casamento homoafetivo aponta que diversidade é caminho sem volta