Ciência

Gatos imitam comportamentos de seus tutores, demonstra estudo

por: Vitor Paiva

Cada um tem o gato que merece. Vistos como temperamentais, difíceis, complexos e às vezes até egoístas, os gatos parecem sempre querer provocar seus humanos, como se tivessem a personalidade precisa para o humano que lhes adotou.

Tais máximas da sabedoria felina podem não ser somente impressões populares, e estarem próximas do conhecimento científico: um novo estudo sugere que o comportamento dos gatos é reflexo da personalidade dos seus tutores.

A pesquisa, publicada na revista científica Plos One, foi realizada com 3 mil gatos e seus humanos. Uma série de perguntas baseadas no Big Five Inventory – sistema de medição que avalia a personalidade humana – descobriu que muitos problemas dos tutores se refletem nos animais. Pessoas com maiores níveis de ansiedades ou estresse viviam com animais mais agressivos ou medrosos, além de serem frequentes os casos de gatos com problemas de excesso de peso.

O motivo estaria na qualidade da própria relação entre os tutores e os gatos, tratados quase sempre em laços estreitos como membros de fato da família. “É muito possível que os animais de estimação possam ser afetados pela maneira como interagimos com eles e os tratamos, e que ambos os fatores sejam, por sua vez, influenciados por nossas diferenças de personalidade”, explica Lauren Finka, uma das pesquisadoras responsáveis pelo estudo. Assim, da próxima vez que formos reclamar dos nossos bichanos, é bom antes procurarmos um espelho.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Cientistas descobrem molécula que causa autodestruição de células cancerígenas do pâncreas