Arte

Karl Lagerfeld: o adeus a um dos estilistas mais emblemáticos da história da moda

por: Redação Hypeness


Karl Lagerfeld morreu aos 85 anos. O diretor artístico da CHANEL deu entrada em um hospital em uma internação de urgência na segunda-feira (18).  A causa da morte ainda não foi revelada.

“É com tremenda tristeza que a CHANEL anuncia a morte de Karl Lagerfeld, diretor criativo da CHANEL desde 1983. Indivíduo extraordinariamente criativo, Karl Lagerfeld reinventou os princípios da marca criados por Gabrielle Chanel”, escreveu a marca no Instagram.

Em janeiro, o Kaiser faltou em alguns desfiles. A ausência foi justificada pela própria CHANEL como “apenas cansaço”.

O designer de 85 anos nasceu na Alemanha, mas desde os 14 vivia em Paris. Dos maiores ícones fashion da história, Lagerfeld deu os primeiros passos no universo da moda em 1964, na casa francesa Chloé. Pouco tempo depois, começou a parceria com a italiana Frendi. O encontro com a CHANEL aconteceu em 1983, quando foi nomeado diretor artístico pelo conjunto de suas coleções de alta costura, prêt-à-porter.

Ícone e controverso

“Elegância não tem a ver só com roupas. Se você é uma pessoa elegante, você é elegante em jeans e camiseta. Se você não é, você fica vulgar em jeans e camiseta. É uma questão de atitude”, declarou ao Fantástico em 2013.

Sempre de óculos escuros e uma postura altiva, o Kaiser – apelido dado por colegas, é um dos discípulos de Pierre Balmain, de quem foi estagiário no começo da carreira. A controvérsia esteve presente ao longo das décadas.

Karl era polêmico. Algumas vezes deixava escapar visões conflitantes sobre padrões de beleza.

Ele estava na Chanel desde a década de 1980

“Ninguém quer ver mulheres rechonchudas nas passarelas. São as mulheres gordas sentadas com um pacote de batatas diante da TV que dizem que as modelos magras é algo horrível”, opinou em uma oportunidade.

Teve espaço para uma discussão com a atriz Meryl Streep. Durante o Oscar de 2017, ele acusou a norte-americana de receber dinheiro para usar um vestido no tapete vermelho. Streep não vestiu CHANEL.

“Essa história se disseminou em todo o mundo, e continua globalmente a ofuscar a minha participação no Oscar, no momento de quebra do meu recorde de 20ª indicação, para também diminuir esse feito aos olhos da mídia, dos colegas e da audiência”, explicou Meryl , que recusou o pedido de desculpas do estilista.

View this post on Instagram

It is with deep sadness that the House of CHANEL announces the passing of Karl Lagerfeld, the Creative Director for the CHANEL Fashion House since 1983. An extraordinary creative individual, Karl Lagerfeld reinvented the brand’s codes created by Gabrielle Chanel: the CHANEL jacket and suit, the little black dress, the precious tweeds, the two-tone shoes, the quilted handbags, the pearls and costume jewelry. Regarding Gabrielle Chanel, he said, “My job is not to do what she did, but what she would have done. The good thing about Chanel is it is an idea you can adapt to many things.” A prolific creative mind with endless imagination, Karl Lagerfeld explored many artistic horizons, including photography and short films. The House of CHANEL benefited from his talent for all the branding campaigns related to Fashion since 1987. Finally, one cannot refer to Karl Lagerfeld without mentioning his innate sense of repartee and self-mockery. Alain Wertheimer, CEO of CHANEL, said: “Thanks to his creative genius, generosity and exceptional intuition, Karl Lagerfeld was ahead of his time, which widely contributed to the House of CHANEL’s success throughout the world. Today, not only have I lost a friend, but we have all lost an extraordinary creative mind to whom I gave carte blanche in the early 1980s to reinvent the brand.” Bruno Pavlovsky, President of Fashion at CHANEL, said: “Fashion show after fashion show, collection after collection, Karl Lagerfeld left his mark on the legend of Gabrielle Chanel and the history of the House of CHANEL. He steadfastly promoted the talent and expertise of CHANEL’s ateliers and Métiers d’Art, allowing this exceptional know-how to shine throughout the world. The greatest tribute we can pay today is to continue to follow the path he traced by – to quote Karl – ‘continuing to embrace the present and invent the future’.” Virginie Viard, Director of CHANEL’s Fashion Creation Studio and Karl Lagerfeld’s closest collaborator for more than 30 years, has been entrusted by Alain Wertheimer with the creative work for the collections, so that the legacy of Gabrielle Chanel and Karl Lagerfeld can live on.

A post shared by CHANEL (@chanelofficial) on


Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Agenda Hype em casa: Daniela Mercury, Emicida, Tarcila no Masp e Dia do Hambúrguer