Debate

Lama da Vale está matando o Rio Paraopeba pouco a pouco

por: Redação Hypeness

A lama resultante do rompimento da barragem da Vale, no Córrego do Feijão, em Brumadinho, está matando a diversidade do rio Paraopeba. Situação semelhante aconteceu com a Bacia do Rio Doce, após o rompimento da barragem da Samarco, em Mariana, há cerca de três anos.

Na última quinta-feira, uma expedição realizada pela Fundação SOS Mata Atlântica monitorou a qualidade da água em diversos trechos do rio. As medições iniciaram em um ponto imediatamente anterior ao rompimento da barragem, em que a água já era considerada comprometida, de acordo com reportagem do Estadão, que acompanhou a expedição.

Em um dos trechos monitorados, a turbidez da água chega a 5.510, o que impede a passagem de luz e torna praticamente impossível a existência de vida. Em alguns lugares, a oxigenação da água chegava a zero, conforme indormaçãoes do SOS Mata Atlântica. Com 510 km de extensão, o Rio Paraopeba abriga mais de 120 espécies de peixes.

A reportagem indica ainda que o material encontrado no rio tende a se sedimentar. Caso o comportamento siga dessa forma, é possível que a lama vá para o fundo do rio após algum tempo. Com isso, após a morte da biodiversidade existente hoje, novas formas de vida podem brotar na região.

A lama da Vale se espalha cada vez mais – no sentido real e figurado. Documentos vazados após um ataque hacker indicam como a empresa lida com potenciais desastres e há informações de que a companhia teria recusado uma tecnologia para o monitoramento da barragem em tempo real.  Apesar de tudo isso, o advogado da Vale ainda alega que não houve responsabilidade pelo “acidente”.

Publicidade

Fotos: Gaspar Nóbrega/SOS Mata Atlântica


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Aos 81, Jane Fonda foi presa em um protesto de ativistas contra aquecimento global