Debate

Ministro japonês se atrasa 3 minutos e é obrigado a pedir desculpas publicamente

por: Gabriela Glette

Precisamos desconstruir a ideia de que todos os políticos são iguais, corruptos e só querem tirar proveito da situação em que se encontram. Sabemos que a situação no Brasil praticamente não deixa espaço para o otimismo, porém existe muita gente séria na política, que está lá para realmente fazer a diferença no mundo. O caso que aconteceu na semana passada – no Japão, ilustra bem isso. Depois de ver seu nome envolvido nas mais diversas polêmicas, o  ministro Yoshitaka Sakurada precisou pedir desculpas publicamente, após um atraso de 3 minutos.

atraso ministro japonês 1

A situação aconteceu na última quinta-feira, após o ministro das Olimpíadas chegar atrasado em uma reunião com parlamentares. Os japoneses são conhecidos por levar a pontualidade extremamente a sério e, não deixaram por menos. Deputados da oposição disseram que o atraso demonstrou o desrespeito do ministro para com seu cargo e até acabaram boicotando por cinco horas um encontro para debater gastos orçamentários. O mal estar fez com que ele precisasse se desculpar publicamente, na tentativa de apaziguar o ‘mal entendido’.

atraso ministro japonês 2

Esta não é a primeira vez que Sakurada se envolve em polêmicas. Em 2016, ele se referiu às mulheres estupradas por soldados japoneses no passado como ‘prostitutas profissionais’ e, chegou a dizer que nunca havia usado um computador na vida, porque delegava esta função a subordinados. O político foi nomeado ministro das Olimpíadas em outubro de 2018.

Publicidade

Fotos: Reuters


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
38% das meninas de 4 anos estão insatisfeitas com seus corpos