Debate

Mulher fica chocada ao descobrir real significado de tatuagem de namorado

por: Vitor Paiva

Uma tatuagem diz muito sobre a pessoa que a carrega, e sua força simbólica pode afetar até mesmo as pessoas ao redor de seu dono. O aspecto definitivo que ela carrega pode fazer muito sentido no momento de sua feitura, mas com o passar do tempo, acabar tornando-se um fardo ou um dilema – e foi isso que aconteceu com uma usuária do Reddit, que anonimamente contou sua história diante da tatuagem de seu namorado: um imenso rosto de mulher em seu peito.

Até então, tudo ia bem no relacionamento com seu “doce e paciente” namorado. Uma pesquisa rápida no Facebook, porém, a fez chegar a uma complicada conclusão: diante de fotos do passado do rapaz, ela descobriu que o rosto em questão era de sua ex-namorada. E o dilema não para por aí, pois ao confrontar o namorado, ela descobriu que o desenho foi marcado como um tributo a moça, que havia falecido pouco tempo antes da tatuagem ser feita.

Segundo o post, trata-se de uma tatuagem realmente grande, ocupando todo o dorso do rapaz em estilo realista. “Eu o amo muito, e vejo um futuro ao seu lado. Mas não sei se consigo lidar com a ideia de ver o rosto de sua ex-namorada toda vez que ele tirar a camisa”, ela escreveu, ciente de que sua franqueza poderia soar insensível. A maioria dos comentários concordou que ele não é uma má pessoa – mas sim alguém que tomou uma decisão infeliz no passado.

Muitos, no entanto, afirmaram compreender se por acaso ela decidir terminar a relação. Trata-se de um dilema real, sem solução evidente. Alguma sugestão?

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Japoneses estão alugando carros por motivos diversos, menos para dirigir