Debate

Paisagista espancada por 4 horas no Rio relata como defendeu sua vida

por: Redação Hypeness

Elaine Caparroz foi espancada por Vinícius Serra, de 27 anos, em seu apartamento. A paisagista foi agredida por horas durante a madrugada e teve o rosto desfigurado. Depois de alguns dias internada, ela finalmente voltou pra casa.

Ao G1, Elaine disse acreditar ter sido alvo de vingança. A mulher de 55 prestou depoimento na 16ª DP da Barra da Tijuca.

“Em algum momento ele falou pra mim: ‘Ah, eu gostaria da sua opinião’. Eu falei: ‘Sobre o quê?’. Ele falou assim: ‘Eu tenho um amigo que quer muito se vingar de alguém e ele pensa em matar essa pessoa. Nossa, meu amigo tá muito bravo! Ele quer realmente matar. O que você acha disso?’. Eu falei: ‘Nossa, que conversa, né? Que conversa mais louca””, relatou ao RJTV.

A paisagista revelou que temeu pela própria vida. Para ela, um espancamento dessa magnitude não poderia ter acontecido sem motivos.

Elaine diz ter sido dopada por Vinícius Serra

“Não sei por que, mas eu achei muito estranho. Qual motivo de uma pessoa fazer isso gratuitamente? Eu não faço mal para ninguém. Deve ter algum motivo. Eu achei essas perguntas dele estranhas, por que ele ia perguntar isso? E por que ele fez isso comigo? Não sei. Talvez alguma rixa, não é? Mas não posso afirmar que seja com isso. Tem que ser investigado porque eu acho que é uma agressividade gratuita, ele quase me matou, eu quase morri”, encerrou.

Vinícius Serra entrou utilizando uma identidade falsa no condomínio. Os dois se conheceram por um aplicativo de relacionamento.

“O porteiro ligou e falou que Felipe havia chegado. Respondi que não esperava por nenhum Felipe. Depois ele disse que era Vinícius Felipe. Não sabia que ele tinha um nome composto. Pedi para o porteiro perguntar se era o Vini Serra. Aí ele confirmou que sim”, recorda.

Ela não tem dúvidas de que foi dopada. Depois de tomarem vinho, Elaine conta que se sentiu alterada e perdeu os sentidos. Só acordou em meio ao espancamento. “Eu não acho. Eu tenho certeza, certeza absoluta”.

Vinícius, relata ela, mudou de comportamento abruptamente. Quis assistir filme de terror e em seguida atacou Elaine, que só conseguiu se salvar porque puxava os cabelos dele, com socos e mordidas.

Eu só lembro de nós assistindo o filme juntos, ele com a cabeça no meu colo deitado no sofá. Daí, eu já lembro de mim em pé na cama, com ele no meu quarto. Foi aí que eu já sei que algo aconteceu porque eu não lembro de nós dois juntos na sala levantando do sofá, combinando de ir para o quarto… Você entendeu? A última coisa que eu lembro foi eu deitando no ombro dele e depois disso, não sei dizer quanto tempo depois, eu já estava no chão com ele em cima de mim desferindo vários socos horríveis no meu rosto, me agredindo muito, muito. Eu não entendi nada.

Vinícius Serra está preso em um hospital psiquiátrico no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bagu, zona oeste do Rio de Janeiro. A defesa já apresentou dois laudos médicos de 2016 para tentar provar que o acusado tem problemas mentais.

A delegada Adriana Belém, titular da 16ª DP da Barra da Tijuca explica que pretende colher outros detalhes sobre a possível vingança. “A possibilidade de ele ter dito a ela que gostaria de sentir a sensação de matar alguém. Eu preciso que ela me esclareça muitos pontos”, pontuou.

Publicidade

Foto: Reprodução/TV Globo


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mulher desaparece em pleno temporal e faz cidade parar com medo de fantasma; veja vídeo