Futuro

Para combater aquecimento global, Elon Musk libera todas patentes da Tesla

por: Vitor Paiva

Publicidade Anuncie

O bilionário engenheiro e inventor Elon Musk segue determinado a salvar o planeta, e parece disposto a derrubar as bases do capitalismo pra isso. Em uma decisão surpreendente, Musk anunciou recentemente que irá liberar as patentes de sua empresa de carros elétricos Tesla, e não irá processar nenhuma outra empresa que, “em boa fé, quiser usar sua tecnologia”. A medida seria a ajuda de Musk para tentar frear o aquecimento global.

A notícia surgiu no mesmo dia em que promotores dos EUA entraram com processo contra empresa chinesa que teria roubado informações a respeito do projeto de um carro autônomo da Apple.

Musk diante de um carro Tesla

Segundo Musk, o propósito da empresa é mais importante do que o lucro, essencialmente baseado em patentes e exclusividades. “A Tesla Motors foi criada para acelerar o advento de transportes sustentáveis”, afirmou. “Se abrirmos o caminho para a criação de veículos elétricos, mas depois criamos armadilhas de propriedade intelectual para inibir outras empresas, estaremos agindo no sentido contrário de nosso objetivo”, concluiu Musk. Para o criador sul-africano, as patentes servem muitas vezes como barreira de um progresso verdadeiro.

Outra questão é a própria competição contra as grandes fabricantes automotivas. Para ele, diante de uma produção anual de centenas de milhões de carros poluentes no mundo, é impossível para a Tesla sozinha combater a crise da emissão de carbono. A liberação das patentes será boa para o planeta e para a valorização de sua próprio empresa, afirmou.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Alemanha abre bolsas de até R$ 11,8 mil por mês para brasileiros