Ciência

Tubarões de mais de 400 anos são os vertebrados mais longevos da Terra

por: Redação Hypeness


Pesquisadores acabam de descobrir que os tubarões-da-Groenlândia (Somniosus microcephalus) são os vertebrados mais longevos da Terra. Alguns destes animais chegam a ter 400 anos.

A descoberta foi publicada na revista Science após um grupo de cientistas da Universidade de Copenhagen estimarem a idade de 28 tubarões, a maioria mortos em redes de pesca. Segundo eles, uma fêmea tinha cerca de 400 anos.

O estudo foi realizado usando a técnica de datação por radiocarbono, que não estipula datas exatas, mas é capaz de oferecer uma estimativa da idade dos animais. Graças a isso, acredita-se que a fêmea pudesse ter entre 272 e 512 anos, embora o mais provável é que ela tivesse mesmo cerca de quatro séculos de vida.

Tubarão-da-Groenlândia nada próximo à superfície

Por serem tão longevos, os tubarões da espécie só atingem a maturidade sexual aos 150 anos. Antes da descoberta, uma baleia-da-Groenlândia (Balaena mysticetus) era considerada o vertebrado mais longevo do planeta, tendo sua idade estimada em 211 anos. Isso significa que, mesmo que a fêmea de tubarão pesquisada tivesse mesmo morrido aos 272 anos, ela ainda seria a mais antiga entre as espécies de vertebrados.


Os tubarões-da-Groenlândia podem chegar a ter cinco metros de comprimento. Apesar disso, os estudos indicam que estes animais crescem apenas 1 centímetro ao ano. Eles costumam ser encontrados em águas profundas e geladas no Atlântico Norte.

Você aí se achando velho e o Tubarão-da-Groenlândia com mais de 400 anos nadando cheio de plenitude, hein?

Publicidade

Fotos: Julius Nielsen


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
50º aniversário do homem na lua tem eclipse parcial que pode ser visto no Brasil