Empreendedorismo

Bettina diz que não disse o que disse: “Nunca falei que transformei R$ 1.520 em R$ 1 mi”

por: Redação Hypeness

Se você não viu o vídeo, a gente dá uma força. “Oi. Meu nome é Bettina, eu tenho 22 anos e 1 milhão e 42 mil reais de patrimônio acumulado”, diz o anúncio polêmico estrelado por Bettina Rudolph.

“Comecei com 19 anos e R$ 1.520,00. Três anos depois, tenho mais de R$ 1 milhão. Simples assim”, acrescenta.

A frase acima, parte do vídeo que abre a matéria, foi dita por Bettina Rudolph em uma propaganda divulgada pela Empiricus nas redes sociais. O problema é que a administradora de empresas de 22 anos disse à Veja São Paulo que nunca disse o que você viu que ela disse. Entendeu?

Bettina diz que não disse o que você viu que ela disse. Compreende?

“Eu nunca falei que transformei R$ 1.520 reais em 1 milhão. Mas tem todo mundo aí para manipular as palavras. A gente preza pelos aportes constantes”.

– Concorrente da Empiricus promete doação a crianças com câncer se Bettina comprovar ganhos

Não é o único ruído entre o que Bettina afirma na ação publicitária e aos microfones dos veículos de comunicação. “Desculpa a discrição, é que o tempo aqui embaixo não joga ao meu favor e eu precisava chamar sua atenção”, diz ela na propaganda.  

No vídeo viral da Empiricus, a milionária explica que começou com muito pouco e que “não foi sorte, eu não herdei uma bolada, nem ganhei na loteria”.  Pera, pera. Não foi o que a própria Bettina declarou em entrevistas.

No rádio e na internet, ela admitiu ter recebido 35 mil de uma poupança acumulada pelo pai ao longo dos anos. “A gente deu entrada na papelada para liberar e aí recebeu essa grana também: um pouco mais de 35 000 reais depois da dedução de impostos. Esse foi 100% da grana que meu pai me deu”.

O Procon-SP pediu esclarecimentos da Empiricus

Bettina questiona, “quem ganha 35 000 reais do pai e compra ações? É isso que a gente está tentando mostrar. Ia ser criticada de qualquer forma, eu nasci assim”.

A história da Empiricus deu pano pra manga. A disseminação do conceito de ganhar dinheiro fácil ligou o sinal de alerta no Procon-SP, que pede explicações dos gestores da empresa.

Em 2018, Felipe Miranda, diretor-executivo da Empiricus, chegou a dizer que os questionamentos das propagandas veiculadas pela companhia eram “um problema para o Procon, para o Conar”. A frase era resposta à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que pretendia fiscalizar os textos veiculados pela companhia.

Você viu no Hypeness que em 2017, a Apimec (Associação de Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais) suspendeu por 30 dias o registro de três analistas da Empiricus, incluindo Felipe Miranda, um dos principais sócios.

Felipe Miranda diz que a Empiricus é uma “publicadora de conteúdo”

Miranda, que desistiu dos Certificados Nacionais de Profissional de Investimento (CNPI), concedidos pela Apimec, classifica a empresa como uma “publicadora de conteúdo”.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) ressaltou que  “qualquer divulgação publicitária feita pelos analistas, inclusive em redes sociais, deve evitar expressões que sugiram ‘renda certa’, ‘rentabilidade fixa’ ou ‘garantida’, ou a exposição de percentuais fixos de ganho quaisquer com operações ou ativos indicados, pois naturalmente tais projeções sequer são realistas e, por isso, induzem investidores a erros de avaliação”.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Bar em Curitiba dá chope grátis para quem for visitar museu Oscar Niemeyer