Arte

‘Cem Anos de Solidão’ vai finalmente virar série na Netflix

por: Vitor Paiva

Adaptar qualquer livro para um audiovisual – e, assim, reduzir a infinitude de nossa imaginação e das próprias palavras a uma imagem específica e restrita – é sempre uma tarefa árdua e bastante difícil. Quando se trata de uma obra imortal, amada e reconhecida em todo o mundo, o que era difícil passa a se aproximar do impossível. Mas a Netflix decidiu enfrentar esse espinhoso desafio, com um dos mais importantes e apaixonantes livros de toda a literatura: a obra-prima Cem Anos de Solidão, do colombiano Gabriel García Márquez.

Gabriel García Márquez

Publicado em 1967 e hoje traduzido para 46 idiomas em mais de 50 milhões de exemplares vendidos, a dificuldade de adaptar Cem Anos de Solidão para uma série não se restringe ao sucesso do livro: a saga da família Buendia na cidade de Macondo é uma das obras mais imagéticas, livres e fantásticas de toda a literatura, com a riqueza de possibilidades que só a pena de um gênio como Gabo costuma permitir. O anúncio de que a Netflix adquiriu os direitos e irá transformar o livro em uma série foi feito no dia 06 de março, quando o vencedor do Nobel de literatura, falecido em 2014, completaria 92 anos.

A primeira edição da obra-prima

Nunca o livro foi adaptado para o audiovisual, e isso foi celebrado pela plataforma de streaming em seu anúncio oficial. “A Netflix adquiriu os direitos da obra-prima ‘Cem anos de solidão’, de Gabriel García Márquez e vai adaptá-la para uma série. Isso marca a primeira e única vez em mais de 50 anos em que a família do autor permite que um projeto seja adaptado para a tela”, informou.

Maiores detalhes como elenco ou data de lançamento não foram informados, mas já é sem dúvidas um dos mais ambiciosos e aguardados lançamentos da Netflix.

Gabo e seu mais célebre livro

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Musou black’: uma das tintas mais escuras do mundo faz objetos desaparecerem