Diversidade

Companhia aérea acaba com exigência de maquiagem para comissárias de bordo

por: Redação Hypeness

Comissários de bordo estão entre os profissionais que mais se divorciam. Acredita-se que a taxa esteja conectada às longas jornadas de trabalho e períodos de ausência de casa. Porém, os altos índices de divórcio podem estar também conectados ao estresse dos profissionais – e a postura das companhias aéreas só tende a agravar estes números.

Em 2017, 63 casos de abuso sexual em voos foram denunciados ao FBI. Além disso, pesquisas mostram que 20% dos comissários já recebeu ao menos uma denúncia de abuso entre os passageiros – e menos da metade destas chegaram de fato à polícia. Os casos ganharam notoriedade após Randi Zuckerberg (irmã de Mark Zuckerberg) denunciar o descaso da companhia aérea quanto ao assédio sofrido em um voo.

Apesar de tantos problemas, algumas empresas ainda exigem que as mulheres comissárias de bordo usem maquiagem. Recentemente, a Virgin Atlantic, do Reino Unido, acabou com essa exigência. Além de poderem decidir se querem ou não se maquiar para trabalhar, as comissárias passam a receber também calças como parte do uniforme padrão da empresa. Antes da mudança, as calças só eram fornecidas quando solicitadas.

De acordo com Mark Anderson, vice-presidente executivo da Virgin Atlantic, comissários homens e mulheres devem poder decidir se querem usar maquiagem ou não. No entanto, eles deverão respeitar as cores definidas pela empresa.

No Brasil, as empresas podem exigir que seus funcionários usem maquiagem. Quando for obrigatória, o empregador deve ser responsável por fornecer e custear os produtos.

Leia também: Fotógrafo retrata como era voar de avião nos anos 60

Publicidade

Fotos: Reprodução Facebook/Virgin Atlantic


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Hamburgueria de SP faz ‘piada’ com violência contra a mulher