Sustentabilidade

Consumo de carne vermelha, refrigerante e açúcar refinado diminui entre brasileiros

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Alimentação ainda é um tema polêmico, mas a mentalidade do brasileiro sobre o assunto vem aos poucos mudando, provavelmente influenciada pela geração Y, que busca consumir produtos saudáveis, orgânicos e sustentáveis sempre que possível. Segundo um levantamento do Kantar Worldpanel, esses hábitos podem estar transformando a nossa rotina alimentar.

A pesquisa aponta que 27% dos lares brasileiros realizaram mudanças em sua alimentação em 2018 em comparação com seus hábitos alimentares em 2017. Os entrevistados declararam ter aumentado seu consumo de frutas e de sucos naturais, ao mesmo tempo em que diminuíram a compra de carnes, refrigerantes e açúcar refinado.

Doce substituição

Apenas no ano passado, 389 mil residências deixaram de comprar açúcar refinado, contribuindo para a meta do governo federal de diminuir significativamente o consumo de açúcar até 2022. O produto em sua versão refinada era presente em 51,8% dos lares brasileiros, mas o consumo teve queda de 0,4% no último ano.

Em compensação, o consumo da substância foi trocado por sua versão mais natural e sem aditivos químicos, o açúcar demerara, cujo consumo aumentou em 50,4%. Estima-se que ele tenha conquistado mais de 2 milhões de domicílios.

Publicidade

Menos carnes

Embora ainda sejam muito consumidas no Brasil, todas as carnes pesquisadas apresentaram queda no consumo em 2018. Foram analisados dados de carne bovina, de frango e suína.

Metade dos entrevistados afirma ter diminuído o consumo de carne vermelha. Apesar disso, a carne de frango foi a que apresentou uma maior queda no volume de vendas em comparação com 2017. Foram 5% menos aves consumidas, contra uma diminuição de 3,8% no consumo de carne bovina e 4,8% de carne suína.

Refrigerantes e lácteos

Mesmo que ainda sejam consumidos em 97% das casas brasileiras, os refrigerantes deixaram de fazer parte da lista de compra de 222 mil residências.

Leites também perderam mercado, sendo substituídos por bebidas sem lactose. Estima-se que 611 mil lares tenham deixado de consumir leite UHT no período. Em contrapartida, a categoria de leites sem lactose apresentou um aumento de 7,9% no consumo.

Leia também: Alimentação vegana é a melhor forma de reduzir seu impacto na terra, aponta estudo

Publicidade Anuncie

Foto em destaque: Jonathan Mast


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Coca-Coca estimula retornáveis pela primeira vez em sua história