Sustentabilidade

Contra poluição de oceanos, cervejaria Corona bloqueia praia de Ipanema com ‘muro de lixo’

por: Vitor Paiva

Mesmo em uma das mais belas e celebradas praias do planeta, um dia de sol intenso lamentavelmente pode ser medido pela quantidade de lixo que se acumula enquanto o pôr-do-sol recebe aplausos na Praia de Ipanema. Para ilustrar tal barbárie cometida não só pelos cariocas, mas em toda orla brasileira, a cerveja Corona, em parceria com a ONG Parley For The Oceans, deu início a uma série de ações para combater o plástico nos mares – e a mais recente dispôs um “muro de lixo” bloqueando a entrada para as areias de Ipanema.

“Um dia o lixo deixado na praia vai ter impedir de entrar nela”, dizia a placa em frente ao muro, com 15 metros de comprimento e 2 metros de altura feito com plásticos deixados na praia ao longo de somente 3 dias. Junto do muro o projeto ofereceu também um bate-papo com especialistas sobre o tema, a fim de mostrar como na luta contra a poluição no oceano cada um de nós possui papel determinante.

As ações aconteceram em Fernando de Noronha antes de descerem para a faixa de areia que contorna o Rio de Janeiro.

Além dessas ações ilustrativas o projeto também pretende promover a conscientização, a educação e o engajamento da população local. A parceria entre a Corona e a Parley For The Oceans realizará mais de 20 limpezas de praias e outras ações para nos lembrar da gravidade criminosa de um gesto supostamente tão banal quanto largar seu lixo nas areias após um dia de sol em que justamente você aproveitou o imenso prazer que o plástico está destruindo.

Acima, ação de limpeza em Ipanema

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Leonardo DiCaprio sobre Amazônia: ‘Pulmão do mundo está em chamas’