Debate

Homem leva patinete compartilhado para casa e é detido pela polícia

por: Redação Hypeness

Os patinetes elétricos compartilhados são a nova tendência em termos de mobilidade – e até mesmo a Uber já está de olho no setor. O transporte chegou à Brasília no final de janeiro, levado pela empresa Yellow, e já registrou seu primeiro furto, que pode ter se tratado apenas de uma grande confusão.

O veículo foi levado para casa por um visitante do Parque do Paranoá na última quarta-feira, 27. Como os patinetes são monitorados remotamente, ele logo foi localizado. Surpreendido pelos policiais, o homem explicou que teria levado o equipamento para casa após encontrá-lo na rua. A intenção era devolver para o dono.

A confusão acontece porque, diferentemente das bicicletas compartilhadas, os patinetes não precisam de estação. Eles podem ser estacionados em qualquer lugar, desde que não atrapalhem a circulação dos pedestres. O usuário só precisa encerrar a corrida no aplicativo ou fechar o cadeado manualmente.

Apesar da suposta boa intenção, o homem foi liberado, mas pode responder por furto, segundo informou a delegada Jane Kéblia ao Correio Braziliense.

Os patinetes elétricos da Yellow já estão disponíveis em Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, São José dos Campos, São Paulo, Ilhabela (somente no verão) e Vitória.

Para usá-los, basta criar uma conta gratuita pelo aplicativo da empresa. Um mapa permite localizar o veículo mais próximo. Ao escanear o QR localizado no patinente, é contabilizado o início da viagem. As corridas podem ser pagas usando dinheiro ou cartão de crédito.

Leia também: Startup cria patinetes dobráveis para te ajudar nos pequenos trajetos urbanos

Publicidade

Fotos: Reprodução Facebook/Yellow


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
J.K. Rowling perde vergonha de esconder preconceito e divulga loja de produtos transfóbicos