Futuro

Machismo espacial: NASA cancela missão de astronautas por não ter traje adequado

por: Redação Hypeness

Nós contamos aqui no Hypeness os detalhes da primeira expedição feminina da história da NASA. A gente só não contava com fator machismo, responsável pelo cancelamento do passeio espacial inédito.

Não há macacões suficientes, disse agência espacial norte-americana. Isso mesmo, a NASA possui apenas uma roupa especial em tamanho médio, número compartilhado por Anne McClain e Christina Koch.

Eles têm dois macacões para mulheres (!!!)

Com isso, Koch vai cumprir a tarefa do próximo dia 29 ao lado de Nick Hague. É o que diz comunicado da NASA. Banho de água fria. Ainda mais com quem se diz comprometida com a igualdade de gênero.

– Jornada das mulheres negras de ‘Estrelas Além do Tempo’ vai virar série de TV

– Engenheiro brasileiro da Nasa vê homem ainda longe de Marte: ‘Como vamos produzir comida?’

É preciso lembrar, a NASA sempre se caracterizou por ser um espaço machista. Há 30 anos atrás, quando a agência se preparava para levar a primeira mulher para fora da órbita da Terra, Sally Ride, a astronauta em questão, teve que ouvir comentários infames. Perguntas do tipo: se 100 absorventes bastariam.

Detalhe, naquele tempo os especialistas norte-americanos também tiveram dificuldades em projetar trajes especiais por, pasmem, não saberem como ela faria xixi.

“Quando você tem a opção de trocar as pessoas, a missão se torna mais importante do que estabelecer um marco notável”, disse Stephanie Schierholz. A porta-voz da NASA admitiu que apenas um dos dois macacões espaciais disponíveis está apto ao uso. Com informações do El País.

Publicidade

Foto: NASA


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Alemanha abre bolsas de até R$ 11,8 mil por mês para brasileiros