Inspiração

Maior rede de farmácias dos EUA vai vender produtos de maconha em 800 lojas

por: Vitor Paiva

Com a onda crescente de legalização nos EUA, a indústria da maconha e de seus derivados vem se tornando de tal forma uma realidade bilionária que agora os gigantes do mercado começam a não só desejar como precisar fazer parte de tal mudança. É o caso da CVS, a maior rede de farmácia do país, que anunciou que a partir da semana que vem suas lojas em oitos estados norte-americanos passarão a vender produtos à base de canabidiol (CBD), um dos princípios químicos da maconha.

Ao todo serão 800 lojas, nos estados do Alabama, Califórnia, Colorado, Illinois, Indiana, Kentucky, Maryland e Tennessee oferecendo produtos com CBD. Inicialmente serão cremes, sprays, roll-ons, loções e pomadas. A declaração da rede afirma que está estabelecendo parcerias com fabricantes que sigam a lei e os padrões de qualidade da CVS – e o projeto é que o número de lojas oferecendo tais produtos cresça rapidamente.

Estima-se que o mercado de produtos com CBD nos EUA chegue a 16 bilhões de dólares em 2025, e por isso empresas que fornecem tais produtos não só vêm ganhando alta valorização, como estabelecendo parcerias com outras gigantes como a própria CVS. Marcas como a Curaleaf, que trabalha com 40 produtores de maconha em 12 estados, não só assinaram a distribuição na rede CVS como com outras lojas – e o valor de suas ações sobem se aproximando das dezenas de milhões de dólares.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Esta espécie rara de uva é maior que um ovo de galinha