Diversidade

Marcela Temer no Tinder é o machismo do dia que transborda nas redes sociais

por: Redação Hypeness

Michel Temer está preso, mas quem paga o pato é Marcela. Desde a confirmação da prisão, a esposa do ex-presidente da República virou tema de uma série interminável de postagens machistas nas redes sociais.

“Oi, Marcela Temer. Se quiser amparo nesse momento triste, eu me voluntario. A senhora não pode ficar sozinha”, escreveu um usuário no Twitter.

Teve gente que sugeriu que a ex-primeira-dama de 35 anos entrasse no Tinder. “O nome dela é Marcela Temer, eu encontrei ela no Tinder”, publicou uma pessoa.

Não é a primeira vez que Marcela Temer é vítima do machismo. Todo mundo se lembra da manchete da revista Veja, “bela, recatada e do lar”. A matéria de 2016 classificou como ponto positivo o fato da então primeira-dama gostar de “vestidos na altura do joelho” e “sonhar ter mais um filho como vice”. “Michel Temer é um homem de sorte”, encerra a reportagem.

Marcela Temer é alvo rotineiro do machismo

Ao UOL, Helena Jacob, coordenadora do curso de jornalismo da Faculdade Cásper Líbero e doutora em comunicação e semiótica pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo disse que “Bela, recatada e ‘do lar’ são palavras muito específicas e que objetificam as mulheres. Simbolicamente, toda mulher tem de ser bonita. Esse valor é algo muito forte tanto na sociedade ocidental quanto na oriental. Não importa o que aconteça, mesmo que você tenha acabado de ter um filho, você tem de estar com a barriga sarada duas semanas depois”.

Temer preso

O ex-presidente Michel Temer foi preso no bairro nobre de Pinheiros, em São Paulo, na manhã de quinta-feira (21) pela força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro. Foram detidos também Moreira Franco, ex governador, aliado político e ex-ministro do governo Temer. A Polícia Federal cumpre mandados contra outras seis pessoas, entre elas o coronel João Batista Lima Filho, amigo e considerado ‘testa de ferro’ de Michel Temer.

Michel Temer considerou a prisão “uma barbaridade”

Sob custódia da Polícia Federal, Michel Temer foi levado ao Aeroporto de Guarulhos, onde embarca para o Rio de Janeiro em um avião da PF. Os mandados foram expedidos por Marcelo Bretas, juiz da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pela Lava Jato na cidade maravilhosa.

São dez mandados de prisão: duas temporárias e oito preventivas (caso de Michel Temer). 26 mandados de busca e apreensão são cumpridos no Rio, São Paulo, Paraná e Distrito Federal.

Temer conversou com o jornalista Kennedy Alencar instantes antes de ser preso. O ex-presidente classificou a prisão como “uma barbaridade”.

Publicidade

Fotos: foto 1: Reprodução/foto 2: Reprodução/TV Globo


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Depois do Rio, iorubá vira patrimônio imaterial de Salvador