Empreendedorismo

Mulheres tem 13% menos chances de serem consideradas por recrutadores, diz Linkedin

Redação Hypeness - 08/03/2019

A impressão de que mulheres tendem a ser preteridas e deixadas de lado na busca por emprego por motivo algum que não o fato de serem mulheres não é somente uma impressão: a confirmação veio da rede social profissional LinkedIn, através das experiências de recrutamento na própria plataforma. Tal conclusão é parte de um relatório de gênero publicado pela empresa.

O relatório busca exemplificar a diferença no tratamento recebido por homens e mulheres na hora das entrevistas e nos recrutamentos profissionais. Entre empresas e pessoas, mais de 600 milhões de usuários participaram do relatório, que concluiu que os perfis femininos tem 13% a menos de chance de serem analisados individualmente pelos recrutadores. Outro resultado é de que as mulheres possuem chances menores em 26% de pedir por indicação de um conhecido – preferindo concorrer, assim, sem qualquer ajuda ou favor.

Nem tudo, porém, são más notícias segundo o relatório: ao concorrerem para uma vaga, as mulheres são mais comumente contratadas em 16% – e, em cargos sênior, tal diferença sobe para 18%. O porém, no entanto, é que as mulheres se candidatam 20% a menos cargos do que os homens – somente quando se sentem realmente qualificadas. O relatório ainda oferece uma série de dicas para que as empresas realizem processos seletivos mais igualitários.

Publicidade

© fotos: divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.