Debate

‘Vagabundos!’: motoristas que comemoram incêndio em favela expõem pior face do ser humano

por: Redação Hypeness

Incêndios em favelas e enchentes são tragicamente tão comuns quanto congestionamentos em São Paulo. A maior cidade do Brasil não consegue lidar com a incapacidade de prover um teto para os mais de 12 milhões de pessoas que vivem na capital paulista.

No sábado (23), uma comunidade debaixo do Viaduto Bresser, na zona leste da cidade, foi consumida pelas chamas. A Favela do Cimento já estava com os dias contados, pois uma reintegração de posse estava marcada para a manhã de domingo. Não deu tempo.

A desgraça humana celebrada por motoristas de São Paulo

Em meio ao alcance impressionante das labaredas que deixaram pelo menos 200 pessoas desabrigadas (sendo 66 crianças) e uma morta, alguns motoristas que passavam pela Radial Leste comemoravam a tragédia humana.

– Experimento revelador mostra as diferentes formas com que tratamos a pobreza

– EUA cria memorial para jamais esquecer a vergonha da escravidão. Brasil deveria fazer o mesmo

– Como Monteiro Lobato alimentou racismo segundo contador de histórias do povo negro no Twitter

A tragédia brasileira foi ilustrada com buzinaço e gritos de ‘vagabundos’ vindos de carrões e direcionados aos mais novos desabrigados da cidade mais rica do Brasil. A situação gerou reações. O músico Marcelo D2 postou sem acreditar.

A Prefeitura de São Paulo diz que os seres humanos que viviam na Favela do Cimento foram levados para centros de acolhimento. Eram ao menos 70 famílias morando na comunidade próxima ao bairro da Mooca. A PM informa que prendeu um homem suspeito de iniciar o fogo. O caso será investigado pela Polícia Civil. A pergunta: por que pobre causa ódio?

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Rita Lobo rebate comentários machistas: ‘Não casaria com homem que não sabe cozinhar’