Diversidade

Beyoncé teria abandonado reunião com Reebok por falta de diversidade. Marca nega

por: Redação Hypeness


Beyoncé, você sabe, oficializou parceria com a Adidas. Mas antes, a cantora de 37 anos teria recebida diversas ofertas, inclusive da Reebok, que, segundo relatos, não teria conseguidi atrair o interesse de uma das celebridades mais importantes do mundo pela falta de representatividade. Pelo menos esse é o relato do jornalista da ESPN Nick DePaula.

Segundo o jornalista, Bey, antes de deixar uma reunião de planejamento, deu um sermão nos executivos da companhia norte-americana.

Esperado, vindo de uma rainha dessas, né?

“Ninguém nessa sala reflete minha história, a cor da minha pele, de onde eu sou e o que faço”, teria alertado a cantora, segundo relato da emissora líder em esportes nos Estados Unidos.

Beyoncé, segundo o jornalista, teria ficado irritadíssima com a ausência de negros. A norte-americana se tornou referência mundial na promoção do empoderamento negro. No festival Coachella, com plateia majoritariamente branca, ela apareceu representando a rainha egípcia de Nefertiti.

“Ela tinha uma reunião marcada com a Reebok para debater os rumos de um novo projeto, passando inclusive por questões de representatividade. A cantora de 37 anos olhou ao redor e questionou: ‘é esse o time que trabalhará no meu produto?’”, diz o jornalista.

Nick conta que alguém respondeu “sim” e Beyoncé deu uma aula sobre representatividade efetiva. Eis que na quinta-feira (4), a autora do hit Lemonade oficializou parceria com a Adidas para o desenvolvimento de uma linha de roupas e tênis.


“Essa parceria é a concretização de um objetivo. Adidas é referência em criatividade. Nós dividimos uma filosofia que alia criatividade e responsabilidade social”, declarou a vencedora do Grammy em nota.

Beyoncé pretende levar sua marca de roupas esportivas, Ivy Park, para a Adidas. “A decisão grandiosa faz dela uma das primeiras mulheres negras a comandar uma marca esportiva”, completa o comunicado.  

O outro lado: Rebook desmente ESPN

Após a divulgação na imprensa do relato do jornalista norte-americano, a marca enviou um comunicado em que nega qualquer problema com a cantora. “O relato de que Beyoncé saiu de uma reunião com a Reebok devido à falta de diversidade é categoricamente falso. Nossas discussões com Beyoncé e sua equipe continuaram por vários meses após nossa primeira reunião. Estamos decepcionados com o fato de informações falsas estarem sendo relatadas como fatos”, comunicou a marca.

Nossa matéria foi atualizada às 22h de domingo (7), assim que fomos informados do posicionamento da Rebook.

Publicidade

Foto: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Brasileiro que ofendeu russa com sexismo na Copa vai à justiça contra Globo