Sustentabilidade

Brasil lidera desmatamento de florestas primárias em 2018, aponta relatório

por: Vitor Paiva

Patrocinado por:
Notice: Undefined index: facebook_titulo in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/single.php on line 90

Um levantamento realizado pela ONG Global Forest Watch em parceria com a Universidade de Maryland, nos EUA, mostra o Brasil liderando um índice que não nos traz motivo algum para celebrar. Pelo contrário: fomos nós o país que mais desmatou florestas primárias no mundo em 2018. No total, 12 milhões e hectares de florestas foram desmatados no ano, algo em torno de 30 campos de futebol por minuto – e só no Brasil foram 1,3 milhões desses hectares, tornando-se o país que mais destruiu suas matas no planeta.

As áreas de florestas primárias, como são chamadas as partes com árvores mais antigas, que não nasceram de replantio, são a principal preocupação do relatório – e, em 2018, uma área do tamanho da Bélgica de florestas primárias foi destruída. Brasil e Indonésia juntos representam 46% de todo desmatamento de florestas tropicais no planeta e, ainda que o índice seja consideravelmente menor ao apontado em 2002 – quando os dois países representavam 71% das perdas – o mérito é da Indonésia, que reduziu em 40% seu desmatamento.

Somente na Amazônia o resultado foi o pior em 10 anos: o aumento no desmatamento da região foi de 13,7%. Se as florestas são fundamentais para a manutenção da biodiversidade e da própria saúde do planeta – como o controle do aquecimento global – as primárias são ainda mais importantes. Intocadas pela ação humana, essas florestas são abrigo para diversas espécies de animais e plantas, e pelo armazenamento de dióxido de carbono. As florestas são o filtro do planeta e, ao destruirmos o verde, estamos também destruindo junto o nosso futuro.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Wagner Moura e Greenpeace unem forças contra indústria da carne em animação impactante