Ciência

Campo Rupestre: ecossistema brasileiro é descoberto como um dos mais diversos e antigos do mundo

por: Redação Hypeness

Não é só na beleza que as montanhas de Minas Gerais se assemelham às da Bahia. Vizinhos, os topos dos montes de ambos estados são também lar de um dos ecossistemas mais diversos e antigos do mundo, o Campo Rupestre.

Ignorado pela ciência durante muito tempo, ele está hoje a ponto de ser alçado à categoria de bioma, como menciona uma reportagem do National Geographic. Atualmente, o ambiente vem sendo classificado como parte do bioma Cerrado.

Com um dos solos mais pobres do mundo, o ecossistema conserva espécies que sofreram adaptações tão grandes para permanecer no local que seriam incapazes de crescer em outros ambientes.

Apesar dessa característica, o Campo Rupestre é uma das áreas mais diversas do planeta. Para se ter uma ideia, embora ocupe apenas 1% do território brasileiro, esse ecossistema resguarda 15% de todas as espécies de plantas encontradas no país. Acredita-se que sua biodiversidade possa ser inclusive maior do que a de florestas como a Mata Atlântica ou a Amazônia.

O Campo Rupestre, no entanto, está em risco. Pesquisas apontam que 80% da sua área pode ser perdida nos próximos 50 anos devido às mudanças climáticas. Menos de um terço de sua área se encontra localizada em unidades de conservação, e, como as plantas são adaptadas a um microclima tão específico, é provável que se perca também grande parte da biodiversidade brasileira.

Publicidade

Foto em destaque  CC BY-SA 4.0 Mariabiacortez


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Essa era a cara de algumas frutas e legumes há milhares de anos