Sustentabilidade

Cervejaria Guinness vai abandonar 100% do plástico e trocá-lo por materiais biodegradáveis

por: Vitor Paiva

Sustentabilidade é a ordem não só do dia, mas do resto de nossas vidas – até para que essas vidas possam ser longas e saudáveis. E a tradicional marca de cerveja Guinness é a nova empresa a aderir a essa luta, anunciando recentemente que irá trocar o plástico de seus engradados e conjuntos por modelos fabricados em papelão e materiais 100% recicláveis e biodegradáveis. A ideia é, segundo a empresa parceira Diageo, que até 2025 somente modelos recicláveis dos produtos Guinness circulando no mercado.

A mudança significará um investimento da Diageo – fabricante das embalagens Guinness – muito bem-vindo de 21 milhões de dólares (cerca de R$ 80 milhões) que significarão um importante reposicionamento da empresa em relação à sustentabilidade e ao meio-ambiente. O primeiro local onde a mudança irá operar será na Irlanda, terra natal da marca de cerveja, para em seguida ocorrer no Reino Unido e, a partir do segundo semestre de 2020, em todo o mundo.

O engradado de papel da Guinness

Tal guinada é uma tendência já realizada por outras marcas, como a Corona, que recentemente também anunciou uma série de planos para reduzir o despejo de poluentes em nossas águas. O plástico das embalagens de engradados de cerveja é um dos mais perigosos poluentes em nossos oceanos, representando uma ameaça direta para a vida dos animais marinhos e, assim, para a sobrevivência dos próprios oceanos – e, consequentemente, para nossa sobrevivência.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Tanzânia inaugura orfanato autossustentável inspirado em árvore