Diversidade

Charlize Theron revela que sua filha adotiva de 7 anos é trans: ‘Quero proteger e ver prosperar’

por: Vitor Paiva

A atriz sul-africana Charlize Theron jamais reprimiu seu então filho Jackson, hoje com 7 anos, de vestir saias e vestidos em público – e naturalmente que o hábito acabou sendo registrado por paparazzis em alguns dos passeios da célebre mãe com seu filho. As fotos desde sempre causaram debate nas redes sociais, de modo geral questionando a situação como sendo parte da capacidade ou não da atriz de cuidar de seu filho – que foi desde sempre apresentado como menino. A situação, porém, era muito mais complexa do que o curto raciocínio das redes e dos sites de fofoca, conforme Charlize recentemente revelou: “Sim, eu também pensava que era menino. Até que com 3 anos me olhou e disse: ‘Não sou menino!’”.

A atriz Charlize Theron

“Então o que acontece é que tenho duas filhas lindas que, como qualquer mãe, quero proteger e ver prosperar”, disse a atriz, em entrevista ao jornal The Daily Mail, referindo-se à sua outra filha, August, também adotiva. Segundo Charlize, suas filhas poderão ser quem entenderem que são quando crescerem, e que tal decisão não cabe a ela. Meu trabalho como mãe é honrá-las e amá-las e garantir que tenham tudo de que necessitam para serem quem desejarem ser. Farei tudo que estiver ao meu alcance para que minhas filhas tenham esse direito”, afirmou.

Charlize e Jackson

Sua história de vida na África do Sul (pais onde por mais de 40 anos o sistema do apartheid segregou, perseguiu e assassinou a população negra) também foi determinante para sua posição. “Cresci na África do Sul, onde as pessoas viviam com meias verdades, sussurros e mentiras, e ninguém se atrevia a dizer nada de frente. E fui criada especificamente para não ser assim. Minha mãe me ensinou a levantar a voz”, ela disse.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Jesuíta Barbosa se assume para apoiar LGBTs, mas ‘a ideia de me colocar como viado ou hétero é limitadora’