Empreendedorismo

Como a paixão por arte e animais virou uma startup que transforma pets em quadros

por: Vitor Paiva

A equação para a felicidade profissional costuma ser conseguir transformar o que inicialmente era seu hobby em sua profissão. Se tal trabalho ainda se revela lucrativo, consciente e ao redor de sua maior paixão, essa felicidade se torna então sinônimo do maior tipo de sucesso – aquele que, para além do resultado financeiro, preenche o coração de quem trabalha.

Essa é a história da estudante de arquitetura e artista plástica Gabriela Rossato, que aos 27 anos transformou sua paixão por animais e pela pintura na startup Seu Pet Art, uma empresa que começou como um hobby mas que em seu primeiro ano de funcionamento faturou em torno de 1 milhão de reais.

Gabriela Rossato e uma de suas criações na Seu Pet Art

Gabriela já era formada em design de interiores quando se mudou de Indaiatuba, onde nasceu, para São Paulo a fim de cursar a faculdade de arquitetura. Seu amor pelos animais movia também o amor pela pintura, e ela passou a retratar os bichos em seus quadros. Um dia colocou à venda em sua lojinha em Embu das Artes o quadro de um cãozinho pug de óculos e moletom. Uma cliente que se aproximou com seu cachorro na coleira foi quem disparou a epifania que levaria Gabriela a criar seu negócio: a cliente adorou o quadro do pug, mas lhe perguntou se ela não poderia criar um com seu cachorro no lugar. Assim nascia um serviço de quadros personalizados com nossos pets de estimação.

Quando amigos, familiares e conhecidos se mostraram entusiasmados com o projeto, e começaram a encomendar novos quadros com animais para presentear outras pessoas, Gabriela compreendeu que poderia alcançar o Brasil todo. A empresa começou com um investimento de seu pai, e rapidamente passou a estar alocada no programa de fomento da Faculdade de Belas Artes, que Gabriela cursa, chamado Núcleo de Empreendedorismo e Inovação. A faculdade oferece mentoria e o espaço onde ela trabalha.  

Criatura e criação: um dos pets diante de seu quadro

Gabriela então fechou sua lojinha em Embu e decidiu investir somente no e-commerce, para deixar de se restringir ao público paulista. A mudança deu certo, e hoje a Seu Pet Art entrega no Brasil inteiro.

Para fazer o quadro do seu pet, o cliente escolhe um dos mais de 100 fundos genéricos, e envia uma foto do animal de estimação. Não é preciso ser uma foto profissional – um registro de celular em boa resolução é o suficiente.

Da mesma forma, o trabalho não se restringe aos cães – todo e qualquer animal de estimação, incluindo os mais exóticos como iguanas e cobras, podem ser transformados em quadros. A equipe da Seu Pet Art, que começou com 4 funcionário e hoje possui 11 em seu quadro, reproduz o animal sobre a tela ou outros suportes, como capas de celular, e envia para sua casa.

Nem só de cães e quadros é feita a Seu Pet Art – você pode colocar seu gato na capa de seu celular, por exemplo

Fundada em outubro de 2017, a empresa se aproximou, até o fim de 2018, da venda de 3 mil quadros. O sucesso permitiu à jovem empreendedora ampliar ainda mais um hábito que ela também já tinha desde quando pintar animais era somente um hobby: ajudar ONGs e iniciativas de proteção animal. Além do incentivo junto a entidades como Desabandone, Amigos de São Francisco, Au Family e Luisa Mell- parte do lucro mensal da empresa é doada a essas instituições – a Seu Pet Art agora iniciou uma parceria com o Adotar é Hype, quadro do Hypeness que incentiva a adoção de animais sem lar.

Semanalmente o Hypeness divulga em suas redes sociais informações e fotos de animais cadastrados à espera de uma adoção responsável (quem quiser colocar um animal para adoção pode saber como fazer aqui). Não é preciso estar à procura de um animal para adotar para participar da parceria entre o #AdotarÉHype e a Seu Pet Art – você pode simplesmente querer imortalizar o seu animal de estimação em um quadro da empresa. Através de um cupom #AdotarEHype o cliente receberá 10% de desconto em qualquer um dos produtos da empresa. E melhor: uma parte da renda dessas vendas com o cupom será revertida para ações sociais ou ONGs parceiras do Hypeness. O amor pelo pet ganha então as paredes de casa e se transforma em decoração – além de uma bonita homenagem a uma parte tão importante de nossas família, ajudando outros animais a também terem um lar e, quem sabe, até mesmo um quadro com seu focinho nas paredes.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Outback convidou e partimos para descobrir os segredos da fábrica da Colorado