Sustentabilidade

Curitiba vai duplicar ciclovias e deve contar com mais 200 km até 2025

por: Redação Hypeness

Mais uma boa notícia para os ciclistas curitibanos. Depois de testar um piso de ciclovia que gera energia, a cidade anunciou a ampliação da sua malha cicloviária. Até 2025, deverão ser instalados mais 200 km de ciclovias, ciclofaixas e outras vias para bicicletas.

O projeto é parte do Plano de Estrutura Cicloviária desenvolvido pela Prefeitura de Curitiba. Segundo o documento, a meta é que a cidade atinja 408 km de vias para ciclistas, sempre privilegiando a integração dos diversos meios de transporte.

Mapa de implantação de ciclovias em Curitiba

Mapa divulgado pela Prefeitura de Curitiba sobre a ampliação da Malha Cicloviária em 2019

Espera-se que, assim, seja possível aliar a bicicleta ao uso de transporte público, tornando a locomoção na cidade mais eficiente. Como a iniciativa busca priorizar a integração entre os modais, os terminais de Tatuquara, Hauer e Campina do Siqueira passarão a contar com vestiários para e bicicletários com 108 vagas cada.

Para 2019, o objetivo é a instalação de 28,8 km de ciclovias, integrando o transporte a avenidas importantes, universidades e áreas com grande fluxo de pessoas. Após essa fase, a quantidade de vias destinadas à ciclomobilidade estará próxima da meta de 5% sugerida pela legislação.

Atualmente, Curitiba tem 208,5 km de estruturas cicloviárias, sendo quase metade do total é composto por calçadas compartilhadas. Ao final do projeto, as estruturas para bicicletas deverão corresponder a 8,5% da malha viária da cidade.

Leia também: Vídeo colaborativo combate clichês e preconceitos contra ciclovias com informação

Publicidade

Fotos: Prefeitura de Curitiba


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Emissões de carbono no Reino Unido caíram 29% na última década