Inspiração

Detentos criam coleção com tema ‘Oportunidade’ para SPFW

por: Mari Dutra

Após trabalhar como estilista durante 10 anos, Gustavo Silvestre buscou uma maneira de fazer com que a profissão gerasse também um impacto social positivo. Desse propósito nasceu, em 2015, o projeto Ponto Firme, que ensina crochê dentro da Penitenciária Desembargador Adriano Marrey, em Guarulhos (SP). Este ano os detentos irão estrear, pela segunda vez, uma coleção na São Paulo Fashion Week
(SPFW), o maior evento de moda da América Latina.

Trinta alunos do projeto criaram, com supervisão de Gustavo, uma coleção com 31 peças em crochê. O trabalho levou cerca de dois meses para ser concluído e ganhou um título que representa exatamente o que a moda significa em suas vidas: “Oportunidade“.

Além de desenvolver uma nova habilidade, os alunos do curso podem se beneficiar da diminuição da pena. A cada 12 horas no projeto, eles ficam um dia mais próximos da liberdade. E, quando chega o momento de sua ressocialização, os ex-dententos já possuem uma perspectiva de trabalho e renda.

“Oportunidade” na SPFW

Os vestidos, bodys, kaftans, abrigos, calças e outros looks que fazem parte da coleção Oportunidade foram produzidos com fios doados pela empresa Círculo S/A e contaram com o auxílio de uma equipe de voluntários fora da penitenciária para o acabamento. Eles podem ser vistos na passarela no dia 27/04, às 19h30, no Espaço ARCA, na Vila Leopoldina. Uma das novidades das peças é o uso de franjas, que conferem movimento e um acabamento diferenciado.

No ano passado, os participantes do projeto apresentaram uma coleção que visava representar o cotidiano dentro da cadeia, com direito a uma cela feita em crochê e modelos usando uma reprodução do uniforme usado pelos detentos, também em crochê. Para este ano, a proposta visa exaltar o tema da SPFW, “Qual a sua utopia“.

A nossa é acreditar em novas chances de poder ser melhor, de transformar e ser a mudança que queremos ver no mundo. E que a arte, o fazer manual, estão aí para mostrar este caminho”, antecipa Gustavo.

Leia também: 431 detentos do Maranhão são aprovados no Enem, mais da metade dos inscritos

Publicidade

Fotos: Danilo Sorrino


Mari Dutra
Especialista em conteúdos digitais, Mariana vive na Espanha, de onde destila textos sobre turismo, sustentabilidade e outros mistérios da vida. Além de contribuir para o Hypeness desde 2014, também compartilha roteiros e reflexões mundo afora no blog e no Instagram do Quase Nômade.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Técnica de enfermagem adota senhora com câncer após abandono familiar