Arte

Fãs de Vingadores reclamam de crianças no cinema e geram debate nas redes

por: Tarsila Döhler

A polêmica das crianças no cinema está de volta. Com o anúncio do lançamento de Vingadores: Ultimato, fãs de filmes de herói iniciaram uma campanha para que pais e mães não levem seus filhos às sessões.

Essa discussão vem de longa data. O lançamento do aguardado Procurando Dory, em 2016, 13 anos depois de Procurando Nemo, por exemplo, gerou a mesma discussão.

Internautas fazem campanha contra crianças em sessão de cinema

Larissa Dellavald, 29, empresária de Porto Alegre (RS) é mãe de Bryannah, 6, e Allannah, 5. Para ela, essa situação não causa surpresa, já que frequentemente recebe olhares ao entrar com as crianças no cinema.

“Minhas filhas são fãs dos ‘Vingadores’ e são comportadas. Em alguns momentos elas perguntam algo que não entenderam, mas tudo baixinho, porque elas mesmas dizem que não pode falar alto no cinema, porque incomoda os outros. Inclusive, já aconteceu algumas vezes de elas brigarem com pessoas que estavam conversando”, contou ao Universa.

Críticas são feitas em redes sociais

Como alternativa à situação, existem iniciativas como CineMaterna, que nasceu em um grupo de discussão online sobre parto humanizado e maternidade. O projeto promove sessões de cinema para mães e pais com bebês de até 18 meses e está disponível em 53 cidades. De acordo com Irene Nagashima, idealizadora da proposta, o objetivo é oferecer um momento de lazer a mães de recém-nascidos sem que elas se sintam culpadas caso seus bebês chorem durante o filme.

Segundo Camila Marcoccia, psicoterapeuta e mestre em psicologia clínica pela Universidade de São Paulo (USP), essa dificuldade de convivência em espaços públicos existe porque não se pode controlar completamente as ações dos pequenos. “Acho que tem um medo desta falta de controle. Crianças muito espontâneas vão reagir ao filme, mas o adulto também vai, é natural”, disse.

Pais e crianças devem ter o direito a espaços de lazer, inclusive o cinema. Espera-se que as crianças possam agir como… crianças nessas situações.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Tarsila Döhler
Jornalista, pisciana, apaixonada por brechó, cerveja gelada e livros. Natural do interior, com sonho na cidade grande. Divide a vida entre textos, diagramação, bordados e os 360 dias de espera pelo carnaval.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Bebê Yoda’ enlouqueceu a internet. Mas, afinal, do que se trata?