Inovação

Para conscientizar sobre amamentação, Londres é invadida por seios gigantes

por: Gabriela Glette

É de causar espanto que até hoje a amamentação seja considerada um tabu. A coisa mais natural do mundo ainda é mal vista por muitas pessoas, por isso nesta semana a cidade de Londres ganhou cinco seios gigantes, que foram espalhados pela região metropolitana. A ação foi feita pela Elvie – empresa de tecnologia focada em necessidades das mulheres, com o objetivo de estimular a discussão pública sobre amamentação.

seios gigantes londres 1

Como parte da campanha #FreeTheFeed, que visa acabar com o preconceito de quem amamenta em público, os imensos balões em formatos de seio foram colocados para celebrar o dia das mães, que na Inglaterra é comemorado no dia 31 de março. Se você reparar bem, os seios não são iguais, justamente para representar a diversidade do corpo feminino e empoderar as mulheres: “Toda mulher tem o direito de decidir como e onde ela vai amamentar seu filho sem se sentir culpada ou envergonhada sobre suas escolhas parentais“, afirma uma parte do manifesto da empresa.

seios gigantes londres 2

Se você está ou irá para Londres nos próximos dias, os seios estão localizados no Village Underground, no Old Truman Brewery, na Huntingdon Industrial Estate, na 49 Columbia Road e na 55 Columbia Road. É preciso parar de sexualizar os seios! Antes de mais nada, eles são fonte de vida e não há nada de errado em amamentar em público!

seios gigantes londres 3

Publicidade

Fotos: divulgação Elvie


Gabriela Glette
Uma jornalista e produtora de conteúdo que mora na França. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias. Gabriela também é fundadora do site Quokka Mag, onde fala apenas sobre coisas boas!

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mercado de cervejas sem álcool cresce e se afirma no Brasil sem abrir mão do sabor