Diversidade

Paris vai ganhar espaço público dedicado a Marielle Franco

por: Redação Hypeness

A memória de Marielle Franco ganhou lugar especial nas ruas de Paris. A decisão é do Conselho Municipal da capital francesa, que aprovou na segunda-feira (1) moção de intenção para batizar um espaço público parisiense com o nome da vereadora assassinada a tiros no centro do Rio de Janeiro.

– 365 dias depois: o mecanismo que matou e protege mandantes da execução de Marielle Franco

A confirmação veio por intermédio do coletivo Rede Europeia para a Democracia no Brasil (RED.Br). A decisão foi unânime entre os conselheiros, que no Brasil seriam o equivalente aos vereadores.

Quem mandou matar Marielle Franco?

O projeto foi apresentado por políticos de esquerda, mas recebeu votos da direita. A trajetória da quinta vereadora mais votada do Rio foi destacada no Twitter dos representantes socialistas franceses. “Vereadora engajada na luta contra o racismo, a homofobia e as violências policiais”.

– Campeã absoluta, Mangueira exalta Brasil que não te ensinaram na escola

Agora, os vereadores e a prefeitura de Paris saem em busca de uma rua, praça ou paisagem pública, que vai receber o nome de Marielle Franco. De acordo com a imprensa local, o centro da cidade deve ser o local escolhido, o mais cotado é o Marais – bairro frequentado pela comunidade LGBT. A data de implementação ainda não está definida.

Falando em prefeitura, o governo municipal está envolvido no projeto desde o início. Anne Hidalgo, do partido socialista, abraçou e apresentou a iniciativa. Ela chegou a receber o ex-deputado federal Jean Wyllys em seu gabinete.

A decisão foi aprovada por unanimidade entre direita e esquerda

“Os representantes eleitos parisienses aprovaram esta manhã a proposta que lhes apresentei com a minha equipe: um lugar em Paris levará o nome de Marielle Franco, ativista dos direitos humanos, eleita do Rio de Janeiro, assassinada em março de 2018”, comentou a prefeita em seu Twitter pessoal.

– Edi Rock homenageia Marielle em novo som e clipe: ‘Ela me influenciou. Ela que puxou o bonde’

O coletivo RED.Br também comemorou e destacou a trajetória de defesa dos direitos humanos seguida por Marielle Franco.

“Dar seu nome a uma rua é um ato simbólico forte, de acordo com a vontade da prefeitura de Paris dos últimos anos de honrar a memória de mulheres ilustres e corajosas, representantes de minorias e combatentes dos direitos humanos”, diz trecho da nota.

Publicidade

Fotos: foto 1: Hysteria/foto 2: Mídia Ninja


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Maioria das pessoas com menos de 16 anos nos EUA é não-branca e hispânica pela 1ª vez na história