Inspiração

Parque do Ibirapuera ganha plantão psicológico aberto ao público

por: Vitor Paiva

Publicidade Anuncie

Em meio ao mar de concreto que é a cidade de São Paulo, uma visita ao Ibirapuera pode possuir uma função verdadeiramente terapêutica, oferecendo contato com a natureza e um intervalo de tranquilidade. Pois esse potencial terapêutico do parque se tornará literal todo último domingo de cada mês com o coletivo Escuta na Grama, promovendo um plantão psicológico para quem precisa de um ouvido especializado para escutar.

Publicidade

O grupo é formado por 6 profissionais, e os atendimentos acontecerão das 9 da manhã até às 12hs – o último encontro ocorreu ontem, dia 31. Segundo o coletivo, a ideia é levar à população um primeiro atendimento pontual, como uma porta de entrada, que poderá encaminhar a pessoa para um processo terapêutico a longo prazo de fato.

O grupo reunido no parque

Cada atendimento é sempre individual, e não é necessário nenhum tipo de inscrição prévia para participar – esse primeiro atendimento é gratuito. O Escuta na Grama se reúne próximo ao portão 6 do Parque do Ibirapuera, mas para maiores informações basta seguir o perfil do coletivo nas redes sociais – lembrando que falar faz bem, e que ninguém precisa sofrer sozinho.

O ponto no parque onde o coletivo se reúne

Publicidade Anuncie

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Barbeiro dá desconto para crianças que lerem em voz alta enquanto trabalha