Debate

Passaporte diplomático dado a Edir Macedo é suspenso

por: Redação Hypeness

A polêmica do passaporte diplomático que o governo Bolsonaro cedeu ao Bispo Edir Macedo chegou à Justiça.O privilégio dado ao líder da Igreja Universal e dono da Rede Record e a sua esposa, Ester Eunice Rangel Bezerra, foi revogado.

A ação veio do juiz federal Vigdor Teitel, da 11ª Vara do Rio de Janeiro, que aceitou liminar para suspender o documento. Na decisão, o magistrado afirma que a atividade de Macedo no exterior enquanto líder da Igreja Universal não configura um “interesse do país” a ponto de justificar a “proteção adicional consubstanciada no passaporte diplomático”. Ele aponta, ainda que, embora as viagens missionárias sejam constantes, as atividades do bispo não são prejudicadas na ausência do documento.

Passaporte diplomático foi cedido ao casal em portaria assinada pelo chanceler Ernesto Araújo

Na segunda-feira (15), através de sua assessoria, o Itamaraty havia justificado o privilégio: “O ministério entende que, por serem líderes da Igreja Universal do Reino de Deus, que beneficia, entre outras, a comunidades brasileiras e dezenas de países, os requerentes exercem atividade continuada de relevante interesse para o Brasil […]”.

Em 2006, o Itamaraty passou a conceder o documento, que antes era de exclusividade de representantes da Igreja Católica, para até dois representantes de cada religião. Dez anos depois, no entanto, a medida foi revista após consulta à Advocacia Geral da União (AGU), que destacou a laicidade do estado e recusou a justificativa de ceder o benefício a alguém por sua posição de líder religioso.

Publicidade

Foto: Divulgação


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Cubano desempregado é recusado como gari. Motivo: Ele é médico