Futuro

Recuperando tradição de antigas rainhas, sudanesas lideram revolução no país

por: Redação Hypeness

Após 30 anos vivendo sob um regime totalitário, a população do Sudão protesta há meses pelo fim do governo. As manifestações levaram o presidente Omar al-Bashir a ser deposto e preso na última quinta-feira, 11. Protestos são liderados pelas mulheres, que resgatam a tradição das antigas rainhas do país.

Apesar de apresentar uma forte desigualdade de gênero, a história do Sudão é marcada pela existência das chamadas kandakas, rainhas que desempenhavam papéis semelhantes ao dos faraós no reino de Kush, nome dado antigamente à região da Nubia, na região norte do Sudão. Elas reinavam soberanas, vestidas com véus brancs e muitos artefatos de ouro.

Entre as kandakas atuais, destaca-se a voz da jovem Alaa Salah, de apenas 22 anos. A estudante se tornou conhecida ao declarar versos incitando a revolução em ritmo de slam, em imagens que se espalharam por todo o mundo. Estudante de arquitetura e engenharia, ela agora recebe ameaças de morte no país.

Em entrevista ao jornal britânico The Guardian, Alaa declarou que tem ido às ruas todos os dias porque seus pais lhe ensinaram a amar o país. “Nosso país está acima de qualquer partido político e quaisquer divisões sectárias”, disse.

Mesmo após a queda do presidente, as manifestações continuam no país, que atualmente é governado por uma junta militar. Cerca de 70% dos manifestantes são mulheres, que reivindicam que o governo seja assumido por um civil. Uma profunda crise econômica assola a região desde que a parte sul do país se separou em 2011. Segundo o G1, a inflação sudanesa chegou a 70% em janeiro.

Publicidade

Foto em destaque: Lana H. Haroun/Reprodução Twitter


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Conheça os 30 empregos mais bem pagos do futuro