Sustentabilidade

Rompimento de barragem em Rondônia deixa 100 famílias isoladas

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

100 famílias estão desabrigadas depois do rompimento de duas barragens em Rondônia. Elas ficam em um espaço controlado pela Metalmig, em Oriente Novo, distrito de Machadinho D’Oeste, há 350 quilômetros da capital Porto Velho.

– O que está em jogo no caso do fiscal do Ibama exonerado após multar Bolsonaro

O rompimento aconteceu na sexta-feira (29) depois de um temporal que atingiu a região. A Polícia Ambiental diz que as famílias ficaram sem ter onde ir por causa da queda de sete pontes, todas destruídas pela agressividade da água.

Sete pontes foram rompidas com a força da água

O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) já está no caso e abriu inquérito civil público para apurar o estouro das duas barragens. O local também era destinado às atividades de pesca e mineração.

O MP-RO afirma que agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), além das polícias Militar e Ambiental, avaliaram pessoalmente os danos.

– Samarco pagou ZERO multas ao Ibama após tragédia em Mariana

De acordo com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental de Rondônia (Sedam) não existe risco de contaminação, pois o material derramado é formado por areia e argila, sem a incidência de materiais pesados.

A Agência Nacional de Mineração (ANM) foi notificada para apresentar relatórios recentes de avaliação de segurança da barragem, que é controlada pela Metalmig. O Ministério Público informou que as licenças ambientais de operação estão dentro do prazo de validade.

O Ministério Público abriu inquérito para investigar

A Metalmig atua na área desde 1970. No entanto, a empresa diz que as barragens são de mineração de cassiterita e estavam desativadas. À Rede Amazônica, o gestor ambiental da Metalmig Mineração Indústria e Comércio S/A, Renato Plautino, assumiu a responsabilidade, mas sublinhou a inoperância do espaço.

– Veneno recorde: Na surdina, governo Bolsonaro libera 54 agrotóxicos em 47 dias

“Os incidentes ocorridos na região não têm correlação com as barragens da empresa que estão em perfeito e intacto estado de preservação e segurança”, declarou a mineradora em nota.

Publicidade

Fotos: Divulgação/Polícia Ambiental


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ambev inaugurará 31 usinas solares no Brasil até 2020