Debate

Andressa Alves, atacante da seleção, questiona patriarcado em campanha da Nike

por: Gabriela Glette

Andressa Alves joga no Barcelona desde 2016. Antes disso, jogou na França, Estados Unidos e diversas equipes brasileiras, porém, nem sempre foi assim. Como a grande maioria das meninas, ela precisou enfrentar inúmeros desafios até poder jogar futebol profissionalmente. E é exatamente isso que a nova campanha da Nike – “A Boneca que nunca pedi“, mostra. Nele, a atacante da seleção – que em poucos dias irá estrear na Copa do Mundo de futebol feminino, questiona o patriarcado e afirma que, apesar de nunca ter pedido uma boneca quando criança, perdeu as contas de quantas ganhou.

andressa alves patriarcado 4

Frustrada pelo fato de nunca ganhar as bolas que tanto pedia, a opção que ela encontrou na época foi transformar suas bonecas em algo que realmente era de seu interesse: as cabeças das bonecas viraram as primeiras bolas de futebol da futura craque. Esta foi a realidade dela, mas continua fazendo parte do cotidiano de muitas meninas, que não têm chance de alcançar seus sonhos, por uma simples questão de preconceito de gênero. Afinal, meninas deveriam gostar de rosa e brincar de boneca. Só que não. Para questionar o patriarcado e estimular as meninas no esporte, a marca criou uma bola, ou melhor – uma boneca em formato de bola pronta para jogar futebol, desenvolvida pela designer Elisa Sassi.

andressa alves patriarcado 1

Meninas podem ser o que quiser e a diretora de marca para mulheres da Nike do Brasil – Martina Valle, completa: “Imagine se todas as garotas que gostam de futebol recebessem uma bola em vez de uma boneca, onde o futebol feminino estaria hoje? Certamente o Brasil seria uma potência ainda maior no futebol feminino”. 

andressa alves patriarcado 2

Hoje no auge da carreira, Andressa ainda vê bonecas como potenciais bolas de futebol: “Essa minha história com as bonecas é algo que acontece até hoje com muitas meninas, mas eu tive a sorte de ter sempre o apoio dos meus pais. Eu fico feliz em poder debater essa questão e espero que sirva de inspiração para as garotas não desistirem de seus sonhos”. Não mude o seu sonho, mude o mundo!

andressa alves patriarcado 3

 

Publicidade

Fotos: divulgação


Gabriela Glette
Uma jornalista que ama poesia e mora na França, onde faz mestrado em comunicação. Apaixonada por viagens e inquieta por natureza, ela encontrou no nomadismo digital o segredo de sua felicidade, e transforma a saudade que sente da família e amigos em combustível para escrever suas histórias.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Universidade onde racista evitou professora formou 12 negros em turma de medicina