Ciência

Comer quando se está estressado aumenta chances de engordar, afirma estudo

Vitor Paiva - 01/05/2019 às 08:50 | Atualizada em 02/05/2019 às 10:02

É fácil de perceber que o estresse piora os mais diverso aspectos em nossa vida. Uma pesquisa realizada por cientistas de um instituto australiano comprovou, porém, que essa máxima pode ser mais literal e direta do que imaginamos – e que comer quando se estressado aumenta as chances de engordar, especialmente se o alimento ingerido na hora do estresse for calórico.

O estudo foi feito com ratos, e confirmou que a tensão ativa partes do cérebro que fez os animais não só comerem mais, como processar os alimentos de modo a ganharem mais peso. “Nosso estudo mostrou que, quando estressados ​​por um longo período e alimentos de alto teor calórico estavam disponíveis, os ratos tornaram-se obesos mais rapidamente do que aqueles que consumiam as mesmas comidas gordurosas, mas não estavam tensos”, confirmou um dos pesquisadores do Garvan Institute of Medical Research, responsável pelo estudo.

A molécula descoberta responsável pelo aumento de peso se chama NPY, produzida pelo sistema nervoso como resposta às situações de estresse estimulando a alimentação tanto em pessoas quanto em ratos – quando a produção de NPY é bloqueada na amígdala, porém, o ganho de peso diminui. Assim, o prazer de ingerir alimentos calóricos e gordurosos para rebater as tensões se torna um mal duplo – que causa o ganho de peso em especial. Aquele velho lanchinho para aliviar as tensões, portanto, irá direto pra balança.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Canais Especiais Hypeness