Arte

Como assim? Salvador Dalí aparece vivão e vivendo em museu dos EUA

por: Vitor Paiva

“Quando você é um gênio, você não tem o direito de morrer, pois você é necessário para o progresso da humanidade”. Essa é a última declaração pública que o pintor catalão Salvador Dalí emitiu, em 1989, pouco antes de falecer – que, em um sentido figurado, se confirmou pela sua relevância permanente e a imortalidade de suas obras, mesmo passadas três décadas desde sua morte. Utilizando recursos de inteligência artificial, o Museu Dalí, nos EUA, decidiu tornar a afirmação tão literal quanto possível – e trazer o pintor, ao menos em vídeo, de volta à vida.

A ação é parte de uma nova exposição, oportunamente intitulada “Dalí Lives”, ou Dalí vive. Para trazer toda a exuberância e excentricidade do artista de volta, o sistema de inteligência artificial partiu de horas e horas de filmagens – com mais de 6 mil frames analisados pelo sistema, que passou por mais de 1 mil horas de “aprendizado” até poder se “tornar” Salvador Dalí. Assim, interagindo com uma tela em tamanho humano, os visitantes podem “conversar” com o pintor sobre temas banais, assim como sua vida e obra.

Dos 6 mil quadros de filmes o sistema aprendeu com perfeição cada maneirismo e cada expressão, chegando a mais de 190 mil combinações possíveis, tornando assim cada interação praticamente única. “Nosso sistema aprende exatamente como ele é, como sua boca se move, como seus olhos se movem, suas sobrancelhas e cada pequeno detalhe sobre o que faz Dalí Dalí”, disse Nathan Shipley, diretor do projeto.

Se Salvador Dalí dizia que não acreditava na própria morte, então a inteligência artificial veio pra comprovar sua predição. O Museu Dalí fica na cidade de St. Petersburg, na Flórida, e a exposição, segundo o museu, ficará aberta até o ano novo do ano 3000.

Publicidade

© fotos: reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ludmilla diz que clipe de ‘Verdinha’ aumentou consumo de verduras entre fãs mirins