Arte

‘De Volta para o Futuro’ ganha versão musical e já tem data para estreia

por: Vitor Paiva

Publicidade Anuncie

O futuro já chegou e, diferentemente do que o personagem Marty McFly encontrou quando viajou no tempo, esse futuro é nostálgico. A prova disso é o anúncio do musical baseado no primeiro filme da trilogia “De Volta Para o Futuro“, de 1985 – a estrear em fevereiro de 2020 na cidade de Manchester, na Inglaterra.

O tempo é de fato relativo no universo “De Volta Para O Futuro”: o espetáculo chegará com um atraso de 5 anos, pois os planos eram de comemorar os 30 anos do primeiro filme com o musical em 2015 – ano em que se passa o segundo episódio da trilogia, quando o personagem viaja para o futuro.

Mas as expectativas seguem altas: os autores do texto espetáculo serão Bob Gale e Robert Zemeckis, que também escreveram o filme original – Zemeckis dirigiu a trilogia. A música será assinada por Alan Silvestri e Glen Ballard. Silvestri é um dos grandes trilheiros da atualidade e, além de ser o autor de parte da música original da trilogia “De Volta Para o Futuro” nos cinemas, assina também a trilha de filmes como “Náufrago”, “Forrest Gump”, “Vingadores: Ultimato”, “Uma Cilada Para Rogger Rabbit”, “Predador”, “Uma Noite no Museu” e muito mais – com duas indicações ao Oscar. Clássicos como “The Power of Love” e “Johnny B. Goode”, imortalizadas no filme original, também estarão nos palcos do musical.

Michael J. Fox executando “Johnny B. Goode” no primeiro filme da série

O papel de Marty McFly, que tornou o ator Michael J. Fox um dos maiores ídolos de sua geração nos cinemas, será vivido nos palcos por Olly Dobson, que já estrelou espetáculos como “Matilda” e “Bat Out Of Hell” na Broadway londrina.

O ator Olly Dobson

A temporada em Manchester terá em princípio 12 semanas de duração, mas como tempo não é exatamente um problema para quem tem uma máquina do tempo, não é difícil supor que “De Volta Para o Futuro”, um dos mais amados filmes de Hollywood, terá uma longa vida nos palcos do mundo – viajando entre 1955 e 1985, hoje.

Divulgação do musical

Publicidade

© fotos: divulgação/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Theatro Municipal de São Paulo terá maratona de concertos gratuitos