Arte

Família aprova e história de Schumacher vira documentário que será lançado em 2019

por: Vitor Paiva

Um dos maiores pilotos de todos os tempos, tendo em seus sete conquistas a maior quantidade de títulos de todos os pilotos de Fórmula 1, o alemão Michael Schumacher teve, depois de sua aposentadoria, também uma curva inesperada (e infelizmente trágica) em sua vida. Sua história será transformada em um documentário, com estreia marcada para dezembro de 2019. O filme foi aprovado pela família.

Dirigido por Michael Wech e Hanns-Bruno Kammertöns, “Schumacher” foi todo rodado em alemão, com depoimentos de familiares, amigos e companheiros de pista. Aposentado em 2012, o piloto alemão viveu, em dezembro de 2013, sua maior reviravolta: um acidente de esqui, que desde então o colocou em um coma no qual não se sabe ao certo se o piloto ainda permanece ou, segundo especulações, do qual se recupera em absoluto sigilo. Os cuidados com a saúde de Schmacher já chegaram a um custo de mais de 100 milhões de dólares.

Acima, Schumacher esquiando; abaixo, apoiado em seu carro Ferrari

Desde o acidente, o estado real de saúde de Schumacher permanece essencialmente uma incógnita: a família não divide praticamente nenhum detalhe sobre em que situação o piloto se encontra, nenhuma imagem jamais foi divulgada do piloto após o acidente, e os amigos que visitam evitam ao máximo comentar algo sobre o tema. Os diretores de “Schumacher” são também os nomes por trás dos documentários sobre o tenista Boris Becker e o milionário Gunter Sachs. O trailer do filme será exibido no Festival de Cannes, que está acontecendo nesse mês de maio.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Como R&B e Hip-Hop ultrapassaram o rock e se tornaram os gêneros mais ouvidos dos EUA