Debate

Após ironizar passageiro de chinelo e rodoviária, Lilian Aragão cita ‘situação específica’

por: Redação Hypeness

Lilian Aragão surgiu entre os assuntos mais comentados nas redes sociais na tarde de ontem. A mulher de Renato Aragão comparou, em vídeo publicado no Instagram, aeroportos com rodoviárias. Ela ainda criticou um passageiro por estar usando chinelo e bermuda no mesmo voo que o seu.

“Eu não sei o que vocês pensam de aeroporto, mas, assim, para uma blogueira vintage, passando dos 50, o aeroporto começa a ficar um saco. Eu viajo mesmo só para festa, porque para trabalho… Parece rodoviária, né, gente? Esse aeroporto não parece rodoviária? Vim no voo com um cara de bermuda e chinelo do Rio de Janeiro para São Paulo”, ironizou a empresária.

– O preconceito e a divisão da cidade na propaganda da nova linha de Metrô do Rio de Janeiro

O comentário preconceituoso pegou mal e a empresária pediu desculpa

A chuva de críticas surgiu rapidamente e Lilian foi acusada de preconceito. As pessoas lembraram casos antigos, como da apresentadora Ticiane Pinheiro, que usou a rodoviária para reclamar a fila em um aeroporto.

Diante da repercussão negativa Lilian, que investe pesado no setor de influenciadora digital e tem mais de 100 mil seguidores no Instagram, gravou um vídeo pedindo desculpas a quem se sentiu ofendido.

– Nordestinos são alvo de preconceito de pessoas que passam o verão lá

“Eu vim aqui para pedir desculpas a vocês. Se em algum momento eu ofendi alguém, que use chinelo e bermuda, [saibam que] eu estava falando de uma situação específica. Peço desculpas”.

Ela citou a pouca intimidade com as redes sociais para justificar a fala. “Eu estou vindo aqui porque devo uma satisfação aos meus seguidores e minhas seguidoras. E dizer que sim, eu sou uma pessoa nova na internet, e não sabia que repercutiria desse jeito o meu comentário”, encerrou.

– O racismo será premiado: William Waack vai comandar a CNN Brasil

Ticiane também se desculpou.

“Acho que fui mal interpretada ou não fui tão clara quanto deveria. Sempre viajei para o Rio de Janeiro em ônibus noturno, saindo do SP meia-noite e chegando no Rio cedinho. Sempre fui pra Ubatuba de ônibus. As filas na rodoviária muitas vezes são enormes tanto na bilheteria quanto no embarque. E nesse dia o aeroporto estava assim. Foi só o que eu quis dizer. Nunca quis diminuir ninguém”, escreveu na época.

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
iFood anuncia que terá seguro, cursos e desconto em plano de saúde para entregadores