Inovação

McDonald’s estuda inteligência artificial capaz de prever seus pedidos

por: Vitor Paiva

No futuro, você não vai precisar sequer escolher o que quer comer em um McDonald’s – a própria lanchonete já saberá por você antes mesmo de você pedir. É isso que sugerem algumas novidades anunciadas recentemente pela maior rede de fast food do mundo. 700 lanchonetes já estão equipadas com quiosques de autoatendimento que utilizam inteligência artificial capazes de sugerir opções do cardápio de acordo com variáveis como o dia da semana, a hora do dia, o clima ou mesmo as tendências de consumo.

Para entender melhor a lógica, basta ir ao exemplo mais simples: oferecer sorvetes em um dia de calor. O sistema, porém, promete equações muito mais complexas do que essa, a partir do levantamento de dados dos mais variados sobre o comportamento e as escolhas de seus clientes. O impacto pode ser tamanho que há quem ache que, no futuro, a inteligência artificial será capaz de substituir os serviços humanos mesmo para sugestão de produtos e orientação na hora de consumir.

O intuito do McDonald’s em assimilar tais tecnologias em seus serviços é tamanho que o gigante do fast food comprou a empresa israelense Dynamic Yeld, especializada justamente interação digital a partir da gerência de bancos de dados. E a aposta não foi pequena: a empresa custou 300 milhões de dólares aos cofres dos arcos dourados. A novidade ainda está funcionando em caráter experimental, mas a ideia é que muito em breve seja expandida para os drive-thrus e para filiais da rede ao redor do mundo.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Biólogo brasileiro cria armadilha inovadora contra mosquito da dengue