Sustentabilidade

Orquestra de gelo toca música no Ártico para alertar para o futuro dos oceanos

por: Vitor Paiva

É preciso respeitar a harmonia da natureza da mesma forma que músicos fazem em uma orquestra – na natureza, porém, a desarmonia pode trazer males muito mais graves do que desagrado aos nossos ouvidos: pode quebrar a própria vida.

Essa é a mensagem da ação que o Greenpeace realizou recentemente na Noruega, com um grupo de músicos realizando um concerto no norte do Ártico. A peça “Ocean Memories” foi executada com um diferencial metafórico importante: em instrumentos esculpidos em gelo.

A peça foi executada com sinos, cornetas, percussão, e um violoncelo – todos de gelo. A matéria-prima gelada utilizada para a feitura dos instrumentos foi tirada de gelo do próprio Oceano Ártico, que vem sofrendo com perda de gelo recorde e temperatura 8 graus acima do normal. A ação, realizada no último dia 2 de maio, visa frisar a necessidade de proteger pelo menos 30% dos mares até 2030. “Você precisa tratar o gelo com respeito ou ele quebra. Precisamos fazer o mesmo com a natureza”, disse Terje Isungset, músico por trás da apresentação de três minutos, composta especialmente para a performance.

Outra urgência apontada pela ação é a necessidade da aprovação de um Tratado Global dos Oceanos pelas Nações Unidas, que abriria caminho para a criação de uma imensa rede de santuários marinhos em todo o planeta. A emergência no Ártico, afinal, é só uma das tragédias ambientais que assolam os mares em todo o mundo.

“Esta é uma oportunidade única para os governos trabalharem juntos para proteger os oceanos, que são nossos melhores aliados contra as mudanças climáticas. A ciência é clara: nossos oceanos estão em crise. Tudo o que precisamos é de vontade política para protegê-los”, afirmou Halvard Raavand, do Greenpeace.

Publicidade

© fotos: Greenpeace/Divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Tanzânia inaugura orfanato autossustentável inspirado em árvore