Diversidade

Repórter da Record é acusado de assediar pelo menos 12 mulheres

por: Redação Hypeness

Gérson de Souza, repórter especial da Record TV, é acusado por 12 mulheres de assédio. De acordo com o Notícias da TV, em uma semana, o jornalista foi denunciado por sete funcionárias ao departamento de Recursos Humanos da emissora.

Na última quinta-feira (23), sob orientação de assistência jurídica, duas delas registraram Boletim de Ocorrência contra Gerson. No fim da tarde, outras cinco fizeram queixas junto ao RH.

O jornalista nega, mas se diz “de uma época em que se brincava [com mulheres]

Uma das vítimas, que preferiu não revelar a identidade, disse ter sido surpreendida por Gérson na redação da Record TV. A profissional, que venceu um Prêmio Esso, afirma que estava sentada quando “ele chegou por trás e me beijo na boca. Ficou mostrando a língua dizendo que roubado era mais gostoso. Foi nojento”, completou.

 

De acordo com ela, o hábito de assédio “já vem de muitos anos”. Ela revela que a decisão da denúncia veio depois do repórter começar a “difamá-la”. “Ele começou a gritar na redação que eu era incompetente, que meu trabalho era uma bosta”.

Gérson de Souza nega e se descreve como vítima de “revanchismo”. “Eu reclamei com a chefia da qualidade das pautas dela, era roteiro que não tinha o nome do entrevistado, não tinha informações”.

O repórter com 12 anos de casa admite ser “de uma época que se brincava [com mulheres]”, no entanto nega o assédio, “isso é um grande mal-entendido”.

A Record TV informou que apura as denúncias de assédio e orientou as vítimas a buscarem as autoridades.

Publicidade

Foto: Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ausência feminina causada por machismo custa US$ 700 bilhões ao ano para setor financeiro