Criatividade

Técnico de som tem viagem de LSD ao consertar sintetizador dos anos 1960

por: Redação Hypeness

O técnico de som Eliot Curtis se ofereceu para consertar um antigo sintetizador dos anos 60, que pertencia à California State University East Bay, nos Estados Unidos. Ao limpar o aparelho, ele acidentalmente ingeriu LSD que havia se acumulado na peça.

Eliot é Gerente de Operações de Transmissão da KPIX Television e levou o sintetizador para casa. Enquanto se dedicava ao conserto, ele percebeu um resíduo cristalino na peça e passou um produto químico sobre ela para remover toda a sujeira. Ao terminar, esfregou o produto com os dedos.

Ninguém poderia imaginar que a substância acumulada com o tempo seria LSD. Cerca de 45 minutos após iniciar a limpeza, o técnico de som entrou em uma viagem psicodélica que durou 9 horas.

Foto: KPIX 5

Após o ocorrido, três testes confirmaram que realmente se tratava de LSD. Embora pareça estranho, a droga pode manter seus efeitos por décadas quando armazenada em um local escuro e frio e há relatos de que ela seja absorvida pela pele, conforme ocorreu com Eliot.

Segundo a KPIX, o instrumento teria sido desenvolvido por Don Buchla, um músico ligado à contracultura nos anos 60. Não por acaso, ele era íntimo do engenheiro de som Owsley Stanley, fabricante de LSD, o que pode explicar como a droga foi parar no aparelho.

O incidente parece confirmar uma antiga lenda local, que diz que alguns instrumentos usados nas universidades da região eram mergulhados em LSD. Com a prática, os músicos costumavam tocar o aparelho e lamber a ponta dos dedos para obter uma dose extra de inspiração.

Se essa história é verdade ou não, nunca saberemos.

Mas, a partir de agora, o sintetizador não deve deixar mais ninguém doidão. Depois de passado o efeito do LSD, o técnico de som se certificou de limpar o instrumento usando luvas – e ele já está de volta à universidade.

Publicidade

Fotos: KPIX 5


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Designer de doces usa o tédio na quarentena para fazer docinhos de memes