Inspiração

A história da caminhoneira trans que venceu a barreira do preconceito na estrada

por: Mari Dutra

Heraldo Almeida Araujo já foi eletricista, empresário, serviu o exército, casou e teve uma filha. Desde criança, nunca se identificou como homem e por muito tempo não entendeu essa sensação. Há três anos, no entanto, Heraldo “morreu” para dar lugar a Afrodite, um mulher trans que percorre o Brasil comandando um caminhão.

A história da caminhoneira é contada em um episódio da série “De Causo em Causo“, desenvolvida pela agência Wunderman para a Shell Rimula. O objetivo da série é contar histórias que se escondem por trás dos volantes dos caminhões – e vai ser difícil encontrar alguma mais inspiradora do que a de Afrodite.

Afrodite passou a percorrer as estradas de vestido, salto alto e muita maquiagem. Ela fala que, quando morava em São Paulo, fazia suas próprias calcinhas e “bustiês”.

Não sou um caminhoneiro que virou caminhoneira, eu sou uma caminhoneira que estava presa no corpo de um homem. Venci muitos preconceitos e hoje sou feliz“, conta ela no vídeo.

Pega o lencinho e dá o play para conhecer a história de vida desse mulherão!

Publicidade

Fotos: Divulgação


Mari Dutra
Especialista em conteúdos digitais, Mariana vive na Espanha, de onde destila textos sobre turismo, sustentabilidade e outros mistérios da vida. Além de contribuir para o Hypeness desde 2014, também compartilha roteiros e reflexões mundo afora no blog e no Instagram do Quase Nômade.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Aos19 anos, brasileiro se torna mais jovem do mundo a iniciar mestrado em Harvard