Inspiração

Agora historiador formado, gari apresenta TCC fardado: ‘Para dar visibilidade’

por: Redação Hypeness

A defesa de um trabalho de conclusão de curso (TCC) de um gari na Paraíba deu nova lição sobre o impacto decisivo da educação para o futuro do Brasil. Ednilson Silva foi aprovado no curso de história da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). 

– 10 intervenções urbanas que provam que todos podemos contribuir para uma cidade melhor

– O revolucionário sistema de reciclagem da Suécia que está deixando o país sem lixo

Ednilson, pela visibilidade

Ele seguiu trabalhando como gari concursado em Pirpirituba, que fica no Brejo da Paraíba, por cinco anos. O tema escolhido para o TCC não poderia ser outro, ‘invisibilidade’ dos agentes públicos de limpeza. 

“É notório no campus: as pessoas que exercem a função de policial vão fardadas, pessoas que fazem medicina ou enfermagem vão de jaleco. Por que um gari não pode ir (fardado)? Eu digo ‘eu vou apresentar, vou ter coragem e eu vou. Para dar mais visibilidade também ao tema e aos garis’”, declarou ao G1

O homem apareceu na sala de aula vestindo o uniforme verde da lida de todos os dias. Símbolo de quatro anos não tão fáceis. O profissional de 31 anos revela que lutou contra a vergonha e receio de assumir a profissão junto aos colegas. 

Depois, ele conta, “percebi a importância social que tem a profissão. Hoje me identifico com ela e gosto do que faço”. E tem razão. 

Os agentes de limpeza são fundamentais, mas ignorados pela sociedade

Você sabe que o gari é importante. Mas o nota? O Brasil é quarto produtor de lixo plástico do mundo e recicla apenas 1% do total. O resultado é parte de estudo feito pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF, em inglês). 

Em contrapartida um gari ganha, em média, R$ 998,00 mês em jornadas que passam dos 30 quilômetros percorridos diariamente. Por isso Edenilson, agora historiador diplomado, afirma que o trabalho pretende jogar luz sobre o assunto e promover a visibilidade de profissionais indispensáveis para o desenvolvimento. 

– Protagonista de Cidade de Deus agora é Uber. E isso expõe nosso racismo mais perverso

Para tal, ele entrevistou 10 agentes no ‘Trabalho e desigualdade social na contemporaneidade: reflexões sobre os agentes de limpeza pública’

“Com o passar do tempo, eu fiquei pensando, eu digo ‘eu vou pesquisar alguma coisa sobre os garis’. E não encontrava nada, nada mesmo. Eu digo ‘caramba, ninguém fala sobre os garis’. Aí encontrei uma matéria falando sobre um cara chamado Fernando Braga da Costa”, ressaltou. 

Publicidade

Fotos: Dja Silva/Ednilson Silva/Reprodução


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Criador de ‘V de Vingança’ e ‘Watchmen’, Alan Moore anuncia aposentadoria