Inovação

Alemães compram toda cerveja para ‘secar’ festival de música de neonazistas

por: Vitor Paiva

Para combater um festival de cunho neonazista que iria acontecer na cidade, os moradores de Ostritz, cidade alemã na fronteira com a Polônia, decidiram utilizar uma tática simples porém bastante eficaz: ao invés de recorrer ao debate, à razão, aos argumentos humanísticos ou mesmo à justiça ou à polícia, a cidade decidiu “secar” os neonazistas. O que isso quer dizer? Os moradores se reuniram e compraram todas as cervejas nos mercados da região.

Moradores comprando cerveja na cidade

“Nós secamos os neonazistas”, disse o ativista Georg Salditt, resumindo a maneira através da qual os cidadãos resistiram ao festival Shield and Sword, de cunho conservador, orientado à extrema-direita com tendências racistas e discriminatórias. A própria polícia alemã reconhece o festival como um evento neonazista, e por isso proíbe a venda de bebidas alcoólicas no festival. Os moradores, imaginando que os participantes do festival fossem recorrer aos mercados locais, decidiram se antecipar, e acabar assim com a cerveja – a diversão – no evento.

Alguns dos participantes neonazistas do festival

“Nós limpamos as prateleiras porque é importante mostrar que na nossa cidade há muita gente que não tolera este tipo de ideologia. Nós temos valores aqui”, afirmou o ativista a uma reportagem local. Entre 500 e 600 pessoas compareceram ao festival, mas passaram sede – mais de 200 engradados foram comprados pelos moradores que, a fim de limparem a imagem da cidade e de se posicionarem contra a intolerância, o preconceito e a violência, puderam, eles sim, fazer uma boa festa.

Publicidade

© fotos: divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Açougue verde: Salsichas com canabidiol fazem sucesso na França